Clitoroplastia

Vale a pena
83%
Vale a pena
Baseado em 13 histórias
Preço médio
R$ 18.000
Preço médio
  • Anestesia local
  • Não requer hospitalização
  • 1-3 horas de intervenção
  • 1-7 dias de repouso
  • Efeitos visíveis após um mês
  • Resultados permanentes

O que é a Clitoroplastia?

A Clitoroplastia é um procedimento de cirurgia íntima que tem o objetivo melhorar a estética e/ou a sensibilidade da mulher. É uma cirurgia que se pode realizar quando o tamanho é anormal ou ocasiona mal estar, assim é possível diminuir o seu tamanho e/ou comprimento.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgias Plásticas, muitas mulheres procuram esse procedimento por sentir algum tipo de desconforto com a parte íntima, ou por não se sentir bem com a aparência estética da mesma. Essa mudança do clitóris normalmente pode acontecer por hipertrofia que são congênitas ou por uso de anabolizantes.

Segundo a Dra. Renata Mariotto, o objetivo é deixar o clitóris menos visível, podendo assim esconder na região do púbis, ou em último caso reduzir-lo. Todo esse procedimento, assim como outros na parte íntima da mulher, consegue-se ter um rejuvenescimento do local.

É possível que após o procedimento a mulher consiga recuperar a sensibilidade e o prazer sexual, pois com o excesso de pele a sensibilidade da mulher pode estar sendo comprometida.

O procedimento pode durar de 1h-2h, o tipo de anestesia é local com sedação, dependendo do caso de cada mulher. Ademais disso, o tempo de recuperação costuma ser curto, variando de uma a duas semanas até voltar às atividades de trabalho, e de 45 dias até voltar as atividades físicas e relações sexuais.

Como saber se sou candidata?

Mulheres de várias idades podem realizar o tratamento

Mulheres de várias idades podem realizar o tratamento

O procedimento pode ser realizado por mulheres adultas, a partir dos 18 anos, ou se for algo que realmente incomode a paciente, é necessário ter mínimo de 2 anos após a primeira menstruação, pois é nesse período que há o desenvolvimento genial, ademais da permissão dos seus responsáveis.

Em casos extremos, como a genitália ambígua, pode-se realizar até mesmo na infância. As melhores candidatas para realizar esse procedimento segue via de regra para qualquer outro tipo de cirurgia; Não fumantes, que tenham saúde estável, que visitem regularmente o ginecologista, que tenham alimentação e atividades físicas equilibradas.

Ademais disso, é necessário que a paciente tenha passado por uma avaliação de um profissional, para ver se é realmente necessário realizar esse procedimento.

Como escolher o meu cirurgião?

Tenha informações sobre o CRM e RQE do médico

Tenha informações sobre o CRM e RQE do médico

Por se tratar de uma cirurgia, faz-se necessário procurar um cirurgião plástico que esteja indicado pela a Sociedade Brasileira de Cirurgias Plásticas. Dessa maneira, é mais aconselhável buscar um profissional que seja realmente um cirurgião plástico membro, porque é a forma mais segura de conseguir os melhores resultados deste e de qualquer outro procedimento.

Aconselha-se também que você faça o procedimento com algum profissional que tenha transparência durante a consulta, e que possa compartilhar casos de sucesso que já tenha tido anteriormente na mesma área. Além de que, buscar saber mais sobre a formação desse profissional, e sobre os seus procedimentos já realizados.

Bibliografía

"A informação que aparece nesta web é apenas indicativa e nunca pode substituir a informação que o seu médico, cirurgião ou especialista em estética e plástica deve fornecer. Se você estiver avaliando a possibilidade de realizar qualquer tratamento ou intervenção médica (também em caso de dúvidas ou perguntas), vá diretamente ao seu médico especialista para lhe fornecer as informações correspondentes. Cirurgia.net não garante ou recomenda qualquer conteúdo, procedimento, produto, opinião, profissional de saúde ou qualquer outro material e informação neste guia ou em qualquer lugar deste site."
Ver doutores