Todo o conteúdo desta página é gerado por usuários reais do portal e não por médicos ou especialistas.

Labioplastia e o passar dos dias da cirurgia

Tratamento realizado Vale a pena
Livinha123
Membro destacado
Rio de Janeiro (cidade) · Criação: 30 jun 2019 · Atualização: 23 jan 2021
História

A cirurgia foi super tranquila, anestesia local e tomei metade de um comprimido conhecido como "Boa noite Cinderela", (fiz em centro cirúrgico no hospital da minha cidade) meu cirurgião plástico disse que eu dormiria, mas apenas fiquei mais calma e conversei durante toda a cirurgia. A anestesia local agiu conforme ele foi aplicando, confesso que, ao injetar a anestesia, eu senti uma queimaçãozinha nas regiões em que estava sendo ministrada, mas como eu levei minha tia (que é enfermeira, mas seu/sua acompanhante pode ser outra pessoa de sua confiança, não necessariamente uma com a profissão de enfermeira), eu apertei a mão dela. Sim, sou fraca demais para sentir qualquer coisinha. Bom, o doutor disse que cada caso é um caso, mas que caso como o meu ele nunca havia visto, deu um pouquinho de trabalho. Durante a cirurgia contamos com uma instrumentadora simplesmente maravilhosa, atenciosa, humana, que se preocupava comigo a todo momento, perguntando se eu estava bem, falando que o trabalho estava ficando maravilhoso... gente, sério! Agora eu entendi o motivo pelo qual o cirurgião plástico optou por esperarmos o dia do plantão dela. Eu acho que se na área da saúde existissem mais pessoas como ela, maioria dos nossos problemas ficariam mais suaves, porque quando encontramos bons profissionais (no caso dela, uma excelente) ficamos mais tranquilos e mais relaxados, meu cirurgião também é maravilhoso, me passou uma segurança surreal. Fui liberada logo após a cirurgia que durou aproximadamente uma hora. Minha tia e eu chegamos ao hospital 07:30 para que todas as dúvidas que restavam me fossem esclarecidas, fomos para o centro cirúrgico umas 08 horas e alguns minutos. Durante a cirurgia, para descontrair, todos conversamos muito e eu amei essa parte também. Após a cirurgia ele prescreveu os medicamentos, a forma como eu deveria fazer a assepsia (limpeza) do local e eu fui liberada, coloquei uma roupa larguinha, uma calcinha com a gaze e se não me engano absorvente bem soltinho pra não ter atrito e viemos para casa. Chegando em casa, para subir a rampinha que dá acesso a entrada, subí igual uma patinha (kkkkk) com as penas espaçadinhas, com medo de gerar atrito nos pontos e deitei. Senti ardência no local por aproximadamente 1 hora ou mais e depois foi ficando mais suave. Para minha infelicidade me deu vontade de urinar e fui ao banheiro. Gente, sério! Eu quase vi Jesus. O pouco de urina que comecei a eliminar escorreu para as partes cortadas e pros pontos e ardeu de forma absurda e acabei desmaiando e minha mãe me segurou (ela estava comigo no banheiro) e levou para cama. Acordei assustada perguntando por qual motivo ela estava me tirando da cama (kkkkk), ela disse: minha filha, você desmaiou, te segurei e trouxe de volta pra cama. Pronto, tudo ok, tirando o fato de que eu não consegui urinar. Tentamos colocando um balde de água para eu molhar a piriquita e tentar fazer xixi enquanto a água aliviava, mas sem sucesso, porque não deu pra piriquita entrar no balde (minha mãe o esterilizou), porque se eu tentasse parecia que os pontos repuxavam. Fui para o box do banheiro e liguei o chuveiro na água fria (é, gente... negócio estava feio, porque pra eu tomar banho na água gelada...🤦🏻‍♀️), mas sem sucesso também, água bateu e doeu e queimou, imagino que seja por causa do cloro e da intensidade da água, sei lá. Desisti e fui pra privada tentar novamente e adivinhem? desmaiei com a ardência de novo. Depois que deitei e esperei um tempo, fui tentar novamente jogando delicadamente soro fisiológico e sem sucesso. Deitei um pouco na cama e dormi. Quando acordei, tentei e nada. Quando chegou a noite, eu desisti tentei e urrei de tanta dor. Liguei pro meu cirurgião e ele disse que eu poderia ir ao Pronto Socorro e passar uma sonda de alívio, mas como eu moro em cidade pequena, os profissionais aqui não têm ética nenhuma, então minha mãe e eu optamos em ir para a cidade vizinha, eis que lembrei que a enfermeira instrumentadora da cirurgia, aquela pessoa maravilhosa estava de plantão ainda, então liguei para o pronto socorro, pedi para falar com ela e perguntei se ela poderia passar a sonda de alívio porque eu só confiava nela. Imediatamente, aquela pessoa e profissional maravilhosa disse pra eu ir que ela arrumaria uma sala menos movimentada e faria o procedimento. Minha mãe e eu chegamos lá e ela estava na portaria nos esperando. Fomos para a sala que eles usam pra fazer parto normal (kkkk) fiquei em posição ginecológica, ela fez assepsia do local, preparou os instrumentos, passou uma anestesia tópica e inseriu o catéter com muito cuidadinho. Eu achei que seria uma dor insuportável, já que sou a moleza em pessoa, mas apenas senti um incômodo. Gente, a quantidade de urina que saiu não é brincadeira não. Xixi do dia todo, isso porque eu nem estava bebendo água pra não ter que urinar, somente uns golinhos pra tomar os medicamentos. Graças a Deus e a essa ser de luz que foi a enfermeira, fiquei aliviada. Minha mãe e eu viemos para casa, deitei e mandei logo um remédio pra dormir pra não dar vontade de urinar novamente e eu dormir bem, já que estou dormindo de barriga pra cima (popularmente falando) e com as pernas levemente inclinadas para cima com ajuda de travesseiros. Dormi, acordei de madrugada e sem posição pra dormir. Mandei mais um remédio, dormi e acordei com meu pai indo trabalhar e perguntando como estou me sentindo, etc. (esqueci de contar a parte do dia da cirurgia quando ele chegou em casa e me viu deitada e começou a chorar de preocupação kkkkk, Deus no céu e as filhas dele na Terra). Hoje eu tentei urinar pela manhã e Graças a Deus eu consegui: esterilizei as mãos, coloquei luvas cirúrgicas, soro fisiológico, um remédio que o meu cirurgião passou para eu utilizar para fazer assepsia da pepeca toda vez que eu urinar e peguei a gaze também (porque não podemos secar com papel higiênico), separei cuidadosamente as duas laterais para ficar apenas com a uretra a mostra, coloquei uma gaze no final da pepeca (porque eu optei por costurar lá também pra ficar mais apertadinha a entradinha) e mirei bem o canal da uretra pra privada e consegui urinar. Vocês não sabem o alívio isso. Depois sequei com a gaze, fiz a assepsia adequada e pronto, coloquei vestido e deitei novamente. Quando eu ando, ando com as pernas meio que abertinhas pra não gerar atrito. Eu tirei foto de como era antes da cirurgia, tive coragem de tirar uma de como está agora e depois vou tirando mais para fazer acompanhamento. Confesso que não está nada bonito, aonde tem os pontos, fica agarradinho e com umas bolinhas. Mas eu estou com esperança de que isso vai ficando bonito. Mas meu médico marcou revisão pra daqui a 2 meses e me tranquilizou dizendo que se tiver alguma alteração pra fazer, ele faz. Por enquanto é isso, estou relatando como está sendo porque quando eu pesquisava na internet sobre, achava tudo muito vago, espero que minhas experiências ajudem alguém. Fiz a cirurgia ontem, dia 29 de junho de 2019.

Tem certeza de que deseja excluir essa foto?

simonepc

· Curitiba

· 23 jan 2021

Aff que dó de você com essa dor! Sou louca pra fazer mas... Agora fiquei com medo. Pq sou sozinha, se eu desmaio fico lá estendida até acordar sozinha.

Tem certeza de que deseja excluir essa foto?

Tem certeza de que deseja excluir essa foto?

Atualize sua história
Atualize sua história
Gostou desta história?
Conte a sua história com a cirurgia estética
Começar agora
Ver todas

Mais histórias reais

As informações que aparecem em Cirurgia.net em caso algum podem substituir a relação entre o paciente e seu médico. Cirurgia.net não faz qualquer apologia a um tratamento médico específico, um produto comercial ou um determinado serviço.