Cirurgia para correção de estrabismo

Vale a pena
100%
Vale a pena
Baseado em 0 história
Preço médio
R$ 3.000
Preço médio
  • Anestesia geral
  • Não requer hospitalização
  • Menos de 1 hora de intervenção
  • Não requer repouso
  • Efeitos visíveis após uma semana
  • Resultados temporários

O que é a Cirurgia de Correção de Estrabismo?

pessoas vesgas

É possível resolver sem cirurgia

É um distúrbio em que os dois olhos não se alinham na mesma direção. Portanto, eles não olham para o mesmo objeto ao mesmo tempo. A forma mais comum de estrabismo é conhecida como "olhos cruzados".

Milhares de pessoas no Brasil sofrem com o estrabismo, conhecido no meio popular como “pessoas vesgas”, já que são indivíduos que não tem alinhamento dos olhos, podendo ser mais puxados para dentro, ou para fora. 

Esse problema afeta tanto esteticamente quanto fisicamente, atrapalhando na visão da pessoa, fazendo-a necessitar de óculos ou lentes de grau. Normalmente esse problema é resolvido cirurgicamente, mas também há métodos de correção não cirúrgicos como a toxina botulínica, conhecida como botox.

Qual a causa do estrabismo?

causas

O problema vai se intensificando aos poucos

Uma pessoa que apresenta o estrabismo (convergente e divergente) possue a falta de coordenação nos músculos dos olhos. Estes músculos trabalham de maneira coordenada para que os olhos estejam sempre na mesma direção.

A problemática não é só estética, isso porque o cérebro capta duas imagens diferentes, forçando e o sistema nervoso opta por dar enfoque em apenas uma imagem, deixando um olho mais forte do que o outro. O olho mais fraco, dessa maneira, deixa de enxergar aos poucos e fica cada vez mais desalinhado, intensificando o problema.

Geralmente, uma pessoa que tem a patologia pode ter diversos problemas, como, por exemplo, um acidente cerebrovascular, síndrome de Guillain-Barré, diabetes e lesões cerebrais e/ou nos olhos.

Como saber se eu sou um candidato à correção?

correção do estrabismo

Nem todas as pessoas podem fazer o tratamento

É necessário fazer diversos exames para verificar se você está apto para realizar a correção, avaliando o seu estado de saúde no geral, diminuindo riscos no pós operatório.

Somente o médico da área, seja um oftalmologista ou um cirurgião plástico, vai poder dizer com segurança se você está nas condições para realizar o procedimento. Geralmente, a maioria dos pacientes são aprovados, logo após os exames serem feitos.

O seu profissional irá orientar qual o melhor método para você, já que há possibilidade de ser cirúrgico, ou não.

Bibliografía

"A informação que aparece nesta web é apenas indicativa e nunca pode substituir a informação que o seu médico, cirurgião ou especialista em estética e plástica deve fornecer. Se você estiver avaliando a possibilidade de realizar qualquer tratamento ou intervenção médica (também em caso de dúvidas ou perguntas), vá diretamente ao seu médico especialista para lhe fornecer as informações correspondentes. Cirurgia.net não garante ou recomenda qualquer conteúdo, procedimento, produto, opinião, profissional de saúde ou qualquer outro material e informação neste guia ou em qualquer lugar deste site."
Ver doutores