Tayane Rocha
Tayane Rocha
Escritora formada pela UFRJ, copywriter e community manager, sendo especialista no tema de cirurgia plástica desde de 2017.

Navegação

  • Introdução
  • O que é PMMA?
  • Que sintomas produz?
  • Para quem é indicada a extração?
  • Como escolho o especialista?
  • Como é a primeira consulta?
  • Como é realizada essa intervenção?
  • Técnicas para remoção
  • Como se preparar para a intervenção
  • Quais são as vantagens da extração?
  • Recuperação
  • Pós-operatório
  • Resultados
  • Riscos e complicações
  • Perguntas Frequentes
  • Depoimentos
  • Bibliografia

Introdução

O PMMA, sigla para polimetilmetacrilato, é uma substância proibida em muitos países. Corresponde a substâncias sintéticas, como silicone líquido ou derivados de parafina, e são utilizados como preenchimento estético nas áreas das nádegas, seios, rosto e lábios, ser capaz de provocar sintomas que vão desde infecção, vermelhidão da área, dores muito intensas e agudas a importantes problemas e danos imunológicos, produzindo danos irreparáveis ​​ao organismo.

O perigo dos biopolímeros reside no fato de que, por serem substâncias que não são absorvíveis, é praticamente impossível ser totalmente erradicada do corpo e até hoje não existe tratamento guiado para cada caso, mas dependerá dos critérios de cada um dos especialistas. sua extração e tratamento.

O que é PMMA

A substância é proibida pela ANVISA

O que é PMMA?

O PMMA, dentro da classe dos biopolímeros, são definidos sob o conceito de Alogesis Latrogenic, que basicamente se refere à introdução de compostos que não são compatíveis com o corpo humano através de injeções, aplicados por pessoas que não possuem as certificações médicas necessárias ou por profissionais de saúde que não possuem ética médica no momento do tratamento.

Da mesma forma, essas substâncias que são injetadas para dar volume a uma determinada área do corpo são derivadas de silicone, geralmente de tipo industrial, o que o torna muito perigoso para a saúde, pois não são compatíveis com o corpo humano.

O especialista enfatiza que substâncias como parafina, metacrilatos, diferentes tipos de óleos e manteigas também são comuns na família de biopolímeros. Estes causam sérios problemas de saúde nos pacientes, geralmente irreversíveis.

sintomas

Foto retirada do Grupo de Ajuda PMMA. A substância migrou do glúteo para o tornozelo

Que sintomas produz?

Os sintomas podem variar e podem ser sentidos a partir do momento em que são injetados, horas ou dias após e até 20 anos após o procedimento.

Nesse sentido, os principais sintomas são inchaço e dor na área onde a substância foi injetada. É importante observar que isso pode ocorrer até a morte, uma vez que a substância é injetada em um vaso sanguíneo, entrando na substância através da corrente sanguínea e causando vários problemas de saúde muito graves, como embolia pulmonar na qual o paciente vem a falecer.

Extração PMMA

Processo de retirada 

Para quem é indicada a extração?

A extração de PMMA é recomendada para pacientes que apresentam sintomas de inchaço, queimação, febre, vermelhidão da área injetada, problemas imunológicos e crises frequentes que afetam sua qualidade de vida.

Como escolho o especialista?

Para a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), o mais importante é perguntar sobre um profissional que possui formação e experiência acadêmica adequadas. Da mesma forma, o paciente deve garantir que o cirurgião possua o título profissional de especialista em cirurgia plástica no Brasil.

Além disso, é essencial que o paciente possa investigar as opiniões de outras pessoas que foram submetidas a uma intervenção semelhante, olhando fotos antes e depois, para ter uma ideia de como o profissional trabalha, observando que suas cirurgias contam com as expectativas da maioria dos pacientes.

Da mesma forma, recomenda-se que o paciente faça várias consultas com vários especialistas para que ele possa receber opiniões diversas e escolher o cirurgião que lhe oferece a maior segurança.


Para conhecer os membros e especialistas mais adequados nesse assunto, convidamos você a revisar a lista de membros da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica aqui.

Primeira consulta

É importante tirar todas as suas dúvidas

Como é a primeira consulta?

Quando o paciente apresenta desconforto, inchaço, vermelhidão ou qualquer outro tipo de complicação, deve procurar imediatamente o especialista certificado para avaliar e agendar a remoção da substância.

Nesse contexto, o médico avaliará a gravidade de acordo com cada caso e de acordo com a parte do corpo em que a substância deve ser removida.

O mais recomendado para a primeira consulta, de acordo com os especialistas, é poder avaliá-los pessoalmente, com a ajuda da história clínica e fotos que fornecerão uma referência da gravidade da lesão e um reflexo do "antes e depois". Além disso, é essencial realizar o exame direto, pois mostrará que tipo de cirurgia é necessária. Para isso, o especialista realizará a palpação dos tecidos e avaliará a melhora parcial ou total da extração do PMMA.

Nesta primeira consulta, o cirurgião deve ser realista quanto aos resultados que serão obtidos, uma vez que, em muitos casos, a gravidade da lesão é muito alta, o que causa muitos danos aos tecidos e deformidades das áreas afetadas.

procedimento

A cirurgia é necessária para reduzir os efeitos colaterais

Como é realizada essa intervenção?

O objetivo da cirurgia é eliminar a quantidade máxima de substância, dada a impossibilidade de removê-la completamente e, assim, impedir que o PMMA migre para outros tecidos.

Esta é uma cirurgia muito complexa, de tipo reconstrutivo que exige, para obter bons resultados, o uso de equipamentos muito sofisticados e uma grande experiência por parte do cirurgião.

O tratamento médico baseia-se em tomar medicamentos que controlam a resposta inflamatória do corpo contra esses produtos e são usados ​​nos estágios iniciais do tratamento. O tratamento cirúrgico envolve a remoção de material estranho do corpo. Para isso, a extração direta (bisturi) ou a lipoaspiração dessas substâncias serão necessárias com o único objetivo de reduzir e controlar os efeitos colaterais.

retirada

O PPMA é um biopolímero

Técnicas para remoção

Cada cirurgião tem seu próprio tratamento e técnica mas, o mais comum é que, após realizar várias avaliações pré-operatórias para determinar a saúde geral do paciente, uma cirurgia aberta é realizada sob anestesia geral, onde a substância sintética é removida, melhorando a flacidez e a aparência da área.

Após a remoção do PMMA, a incisão é fechada, deixando uma cicatriz oculta e imperceptível da área onde foi extraída.

  • Nas nádegas: São realizadas duas pequenas incisões, nos quais um dispositivo é inserido em áreas localizadas. Não deixa quase nenhuma cicatriz e é imperceptível, pois permanece na prega interglútea.
  • Em outras áreas do corpo: Também são feitas pequenas incisões abertas, que na maioria dos casos são invisíveis ou ocultas, graças ao moderno equipamento de ultrassom de alta potência, que permite a extração dos biopolímeros derretendo-os. Nesse caso, as incisões também são quase imperceptíveis.

Como se preparar para a intervenção

Muitos especialistas concordam que várias considerações pré-operatórias devem ser tomadas para a extração correta de biopolímeros, dentre as quais se destacam:

  1. Reduza ou elimine o consumo de álcool e cigarros 15 dias antes para melhorar a oxigenação e o processo de cicatrização;
  2. Interrompa alguns medicamentos para uso diário, como aspirina, ômega 3 ou substância homeopática. De qualquer forma, você deve consultar o especialista, especialmente se você consumir algum tipo de medicamento para problemas de saúde;
  3. Faça todos os exames pré-operatórios com o estômago vazio e a tempo;
  4. Agende corretamente a cirurgia com seu médico;
  5. Durma e descanse bem os dias antes da cirurgia;
  6. Esteja acompanhado no dia da intervenção.
vantagens

Vida sem dores e pele firme na área extraída 

Quais são as vantagens da extração?

Os resultados geralmente são muito favoráveis, mas variam de acordo com cada caso. Os mais comuns são:

  • Resultados bonitos e naturais.
  • Pele mais firme na área de extração.
  • Sensação de alívio da área afetada.
  • Melhoria do sistema imunológico.
  • O paciente recupera sua qualidade de vida.
  • Eliminação de desconforto, inchaço e sintomas na área tratada.
  • Melhora a aparência estética da área tratada.

Postoperatorio

É importante permanecer na clínica após a retirada

Recuperação

A recuperação de cada paciente é diferente dependendo da área tratada, mas em todos os casos, durante a operação, é usada anestesia geral e o paciente deve permanecer um dia na clínica.

A cirurgia dura aproximadamente 2 horas, a duração da internação é geralmente de 1 dia. Após a intervenção, o paciente deve manter repouso absoluto nos primeiros 5, 10 ou 15 dias, à medida que cada caso é avaliado.

Os especialistas recomendam ir à consulta médica 48 horas após a intervenção e fazem uma revisão pela equipe médica que será repetida toda semana para remover drenos, pontos e descargas.

O paciente poderá ingressar na rotina normal após 15 dias, de acordo com as indicações médicas. O tempo total de recuperação da área afetada será de aproximadamente 1 mês, dependendo da gravidade e do tipo de intervenção em cada caso.

Pós-operatório cuidados

Cuidar-se é importante para manter os resultados

Pós-operatório

É essencial participar de todas as massagens e controles pós-operatórios. Basicamente, siga as recomendações do especialista e tome os medicamentos indicados. A exposição aos raios UV deve ser evitada o máximo possível. 

Além disso, o paciente deve seguir cuidadosamente as instruções de seu especialista em relação ao uso da faixa e participar dos controles de drenagem, dependendo do tipo de cirurgia.

Atividades físicas, como esportes, podem ser realizadas novamente a partir do vigésimo dia após a cirurgia e podem aumentar de intensidade pouco a pouco.

resultados

Além das dores, os resultados são perceptíveis

Resultados

Os resultados obtidos são principalmente muito naturais e quase imperceptíveis.

Os pacientes ficarão muito satisfeitos, principalmente pelo alívio da dor e desconforto apresentados por ter biopolímeros em algumas áreas do corpo. Além disso, a partir do alívio quase imediato da dor, o paciente irá recuperar a mobilidade em determinadas áreas e sentirá um aumento significativo em sua qualidade de vida, o que se traduz em:

  • Mais confiança e uma sensação de bem-estar.
  • Visivelmente melhora a aparência da área tratada.
  • Resultados quase imperceptíveis e muito naturais.
complicações PMMA

Se houver qualquer complicação, é necessário recorrer ao médico

Riscos e complicações

É importante ressaltar que nem todos os pacientes podem ser submetidos à intervenção cirúrgica de extração. É por isso que a avaliação e a análise dos pacientes são essenciais antes da cirurgia, dependendo da gravidade de cada caso.

As principais complicações estão em:

  • Qualquer possível infecção da incisão.
  • Sintomas como dor ou desconforto também podem ocorrer na área tratada.
  • Não estar satisfeito com os resultados e expectativas esperados.

Perguntas Frequentes

  • Posso colocar prótese ou gordura após a extração de biopolímeros? Dr. Ricardo Kruse explica que a extração de PMMA da região glútea perde volume e forma. Portanto, alternativas como próteses glúteas e lipoinjeção são mecanismos compensatórios para essa perda de volume. A colocação de próteses ou gorduras deve ser realizada pelo menos seis meses após a remoção dos biopolímeros.
  • Esta cirurgia pode ser combinada? Sim, esta cirurgia pode ser combinada. Na maioria dos casos, a remoção do PMMA é combinada com procedimentos como lipoaspiração, lipectomia e outros procedimentos corporais, explica o Dr. Fabricio Francischone.
  • Qual a melhor técnica para remover biopolímeros dos lábios? Dependendo de vários fatores, como há quanto tempo o paciente está em biopolímeros, a quantidade de volume injetado, a melhor opção pode ser determinada. Às vezes, começar com infiltrações é uma alternativa muito boa antes de realizar a cirurgia, explica a Dra. Tula Vigil.
  • O que acontece se os sintomas negativos persistirem após a remoção em duas áreas do corpo? É importante que o paciente vá imediatamente ao médico da família e especifique que tipo de cirurgia ele recebeu nas duas ocasiões. Você também deve detalhar o tempo de exposição ao biopolímero, assim como sua localização e quantidade que foram removidas, uma vez que, posteriormente, o procedimento é realizado, o paciente terá menos chance de sucesso com relação aos sintomas, uma vez que a pessoa pode ter desenvolvido uma doença de origem imune crônica. 
  • Como remover manchas vermelhas ou escuras após a remoção de PMMA no glùteo? A coloração ocorre devido ao processo inflamatório crônico que os biopolímeros geram. É muito provável que, no caso de apresentá-las, sejam muito superficiais e permanentes, mesmo após a remoção dessa substância na área glútea ou em outras áreas do corpo, especifica o Dr. Raphael Sampaio.

Depoimentos

¨Coloquei pmma nos glúteos em 2008 e endureceu tudo na mesma semana, porém ficou bonito. Nos últimos 2 anos comecei a ter umas "fisgadas" de dor, nada muito forte, mas dei um jeito de retirar pq comecei a ficar com medo...¨ Ver experiência

Anônimo - Rio de Janeiro (cidade), Rio de Janeiro

¨É possivel sim retira o Metacril. Fiz preenchimento de Metacril no gúteo há 5 anos e fiz a retira de todo o produto. É um processo muito doloroso. Entre necrose perda de músculo e tecido.¨ Ver experiência

RenataMoura - Cuiabá (Mato Grosso), Mato Grosso

Bibliografia

"A informação que aparece nesta web é apenas indicativa e nunca pode substituir a informação que o seu médico, cirurgião ou especialista em estética e plástica deve fornecer. Se você estiver avaliando a possibilidade de realizar qualquer tratamento ou intervenção médica (também em caso de dúvidas ou perguntas), vá diretamente ao seu médico especialista para lhe fornecer as informações correspondentes. Cirurgia.net não garante ou recomenda qualquer conteúdo, procedimento, produto, opinião, profissional de saúde ou qualquer outro material e informação neste guia ou em qualquer lugar deste site."