Tayane Rocha
Tayane Rocha
Escritora formada pela UFRJ, copywriter e community manager, sendo especialista no tema de cirurgia plástica desde de 2017.
Criação: 29 fev 2016 · Atualização: 14 jun 2019

Publicidade

Navegação

  • Informações sobre o aumento de mama
  • O que é o aumento do peito?
  • Como posso escolher meu cirurgião?
  • O que esperar da primeira consulta com o cirurgião?
  • Como escolher o tamanho certo de minhas próteses?
  • Os tipos de implantes mamários
  • Próteses redondas ou anatômicas: qual escolher?
  • Qual é o perfil e a projeção? Por que eles são importantes?
  • Textura de implantes mamários
  • Técnicas para aumento de mama
  • Como se preparar para o dia da intervenção?
  • Quanto tempo dura a recuperação e o pós-operatório?
  • Resultados
  • Quanto tempo dura os resultados?
  • Como cuidar das cicatrizes
  • Quais são os possíveis riscos e efeitos colaterais?
  • Existe risco de linfoma?
  • Dúvidas Frequentes
  • Depoimentos
  • Bibliografía
  • Colaboradores do tratamento

Informações sobre o aumento de mama

aumento do volume mamário, é uma das cirurgias mais solicitadas tanto no Brasil quanto no mundo. Curiosamente, de acordo com estatísticas publicadas pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Estética (SBCP), sabe-se que em 2016 mais de 47.000 pessoas tenham sido submetidos a esta cirurgia.

Foto de aumento de seios

Mulheres de todo o Brasil desejam ter seios maiores

O que é o aumento do peito?

O tratamento, tecnicamente chamado de aumento de mama, é um procedimento cirúrgico, portanto invasivo, que visa alterar o tamanho e melhorar a forma da mama feminina. 

Muitas mulheres buscam esse procedimento por diferentes motivos, mas na maioria dos casos os objetivos são: harmonizar a diferença de tamanho e/ou aumentas os seios.

O seio é o emblema quase ancestral da feminilidade, uma parte do corpo da mulher que é de considerada muito importante para a maioria das mulheres. 

Existem várias técnicas para alcançar o aumento da mama, o que pode ser executado por meio da inserção de implantes de silicone, fisiológico ou até mesmo por gordura. 

Vídeo produzido por Clínica Salute

Como posso escolher meu cirurgião?

A escolha do cirurgião é talvez um dos elementos percebidos como mais difícil por aqueles que decidem realizar um aumento de mama. Um bom ponto de partida é ter certeza de que o médico escolhido é um especialista credenciado regularmente na Sociedade Brasileira de Cirurgias Plásticas.

Há três critérios principais para ser durante este difícil escolha:

  • Verificar se o profissional é realmente formado em medicina e especialização em Cirurgias Plásticas
  • Ademais disso, e não menos importante, é a empatia e confiança

O relacionamento entre médico e paciente é baseado na confiança.

Foto de aumento de mamas

Converse abertamente com o seu profissional

O que esperar da primeira consulta com o cirurgião?

Na primeira consulta o cirurgião tenta conhecer mais sobre as motivações da paciente, ademais de perguntar sobre o seu estado de saúde no geral. Cada detalhe fornecido ao profissional é muito importante, porque pode ajudar a escolher estratégias mais específicas no seu caso.

Uma vez que o médico tenha o quadro completo da situação inicial do paciente, ele será capaz de ilustrar as várias técnicas operatórias, próteses e procedimentos mais adequados. O tipo de anestesia necessária, duração da hospitalização e também os custos da operação serão explicados. 

Todas as expectativas e desejos devem ser expressos de forma clara e sincera pelo paciente, para que o médico possa comparar essas expectativas com o  que realmente pode ser feito.

Vídeo produzido pela Clínica Elizeu Lavor

Como escolher o tamanho certo de minhas próteses?

Durante as primeiras consultas o profissional vai analisar diferentes coisas para chegar a um modelo, como, por exemplo:

  • Altura
  • Peso
  • Diâmetro da glândula mamária
  • Desejo da paciente

É importante lembrar que cada paciente pode apresentar diferentes necessidades, e nesse sentido, diferentes resultados. Nenhum seio é igual ao outro antes da operação, e muito menos depois de se operar.

tamanho de próteses

Cada cirurgião pode preferir um material diferente

Os tipos de implantes mamários

Existem diferentes tipos de implantes mamários, que variam em composição e tamanho, forma (redonda ou anatômica) e consistência (lisa ou áspera).

A seguir, os principais tipos de próteses de acordo com o material em que podem ser produzidos:

  • Prótese em solução salina: o é feita de borracha de silicone, enquanto o interior é feito de solução salina. No caso de ocorrerem perdas desta solução, o corpo pode absorvê-lo e eliminá-lo naturalmente.
  • Gel coesivo de silicone coesivo: são as próteses mais utilizadas por serem consideradas mais semelhantes ao tecido mamário e, portanto, podem dar uma aparência natural.
  • Próteses B-Lite: estas são as próteses mais leves disponíveis e é um novo produto no campo da cirurgia estética. Eles são sempre feitos de gel de silicone coesivo, mas eles têm a particularidade de pesar até 30% menos do que as próteses tradicionais.


próteses redondas mamas

A maioria das brasileiras usam as próteses redondas

Próteses redondas ou anatômicas: qual escolher?

Uma das dúvidas mais freqüentes na escolha das próteses, além do tamanho, diz respeito à forma e qual é a melhor escolha para ter um efeito natural. Para isso é possível entender melhor a diferença entre esses dois tipos de próteses:

  • As próteses redondas aumentam tanto a parte superior quanto a parte inferior da mama, porque distribuem o volume.
  • As próteses anatômicas, também chamadas de gota de lágrima, aumentam a parte inferior da mama, dando um leve queda natural.

    Quanto à escolha do tamanho das próteses, aqui também devemos sempre levar em conta a forma da mama do paciente e o objetivo que se pretende alcançar através da intervenção.
    Ademais, não há melhor prótese que outra, existe uma melhor prótese para cada paciente.

aumentar os seios

O ideal é ter um resultado natural

Qual é o perfil e a projeção? Por que eles são importantes?

Aqui está outro aspecto de grande relevância no planejamento de um aumento de mama. A naturalidade e a sensação de uma mama maior são determinadas, na verdade, em grande parte pela projeção das próteses.

O grau de projeção já é combinado entre a paciente e o profissional antes da operação. Para o aumento do peito, um alto perfil (entre 3 e 4) ou extra-alto é geralmente aplicado. O perfil médio é geralmente recomendado para os pacientes que solicitam um ligeiro aumento.

Vídeo produzido pela a Clínica Fina Estampa

Textura de implantes mamários

A superfície da prótese pode ser lisa ou texturizada, a última é ligeiramente áspera.
Vamos comentar as diferenças das próteses:

  • Prótese lisa: a vantagem dessas próteses é que elas dão uma sensação mais natural ao toque, devido à fina camada externa. Eles também são mais móveis, então eles seguem os movimentos do corpo de uma maneira mais natural. No entanto, precisamente o fato de serem mais móveis pode ser mais facilmente devido à contração capsular.
  • Próteses ásperas (também chamadas texturizadas): sua cobertura foi projetada para aderir mais aos tecidos e, portanto, reduzir o risco de contratura capsular. Eles são geralmente preferidos quando a incisão é acima do músculo.

Observação;
Contratura capsular, ou encapsulamento, ocorre quando o tecido cicatricial ao redor da prótese cresce e oprime a prótese, causando um endurecimento da mama. Embora seja geralmente afirmado que as próteses rugosas reduzem o risco desta complicação, isso ainda não foi conclusivamente confirmado pelos estudos realizados de forma conclusiva.

por cima ou por baixo do músculo

Converse com o seu médico sobre as possibilidades

Técnicas para aumento de mama

Somente o profissional cirurgião plástico vai poder decidir qual é a melhor técnica, mas as opções são:

  • Acima do músculo: a grande vantagem desta técnica é que o curso pós-operatório é mais rápido. Além disso, posicionando a prótese aqui, o controle ótimo será obtido na forma que a mama irá adquirir, que não sofrerá nenhuma alteração durante a contração do músculo peitoral. No entanto, existe um risco maior de contratura capsular e em alguns pacientes (com próteses grandes ou com pele muito fina ou) o implante pode ser mais visível.
  • Sub-muscular: colocando a prótese sob o músculo, o curso pós-operatório será mais longo que a técnica anterior. Por outro lado, no entanto, a percepção visual é de mais naturalidade.
  • Dual Plane: é o método mais complexo entre os três usados. Durante a operação cirúrgica, uma bolsa submuscular é criada e a parte entre o músculo e a glândula é dissecada, onde a prótese será inserida. Este procedimento garante uma ótima cobertura da prótese, sobretudo para a vantagem da parte superior da mama.

Além de próteses, também é possível aumentar os seios transferindo a gordura corporal do paciente através do lipofilling. Durante esse procedimento, a gordura retirada de áreas como quadris, nádegas ou pernas é purificada por uma centrífuga e injetada na área desejada. Esta é uma intervenção onde,, não há cicatrizes e os tempos de recuperação são mais rápidos, mas não permitem que você alcance grandes volumes em uma única sessão.

operação de próteses de mama

É possível voltar pra casa no mesmo dia

Como se preparar para o dia da intervenção?

O dia antes da operação é tão importante quanto o dia da operação. Seu cirurgião plástico lhe dará instruções precisas sobre o que você pode ou não pode tomar, incluindo alimentos, líquidos, tabaco, e também medicamentos, vitaminas ou suplementos.

Por exemplo, é possível que te peçam para que jante cedo com uma refeição leve na noite anterior, caso esteja previsto para a manhã. Não beba pelo menos 6 horas antes da operação e evite tomar aspirina ou seus derivados nos últimos 10 dias.

Também aconselhamos que você não vá sozinho no dia da operação, é sempre melhor ir com um parente ou amigo, ou para se sentir mais calmo antes de entrar na sala de cirurgia e ter certeza de que você tem alguém que possa ajudá-lo ao chegar no quarto de recuperação e ao sair do hospital.

Quando tudo estiver pronto, seu médico e sua equipe seguirão o plano que você estabeleceu juntos. Quando a operação estiver concluída - o que leva em média de 1 a 3 horas - você será transferido da sala de cirurgia para uma área de descanso para observação. A menos que o médico que o operou pense o contrário, você pode voltar para casa no mesmo dia ou no dia seguinte, com suas bandagens e sutiã específico pós-operatório.

pós operatório mamas

As atividades físicas devem ser evitadas

Quanto tempo dura a recuperação e o pós-operatório?

Em alguns casos é necessário a hospitalização de um dia, enquanto são necessários entre 3 e 7 dias para retornar à atividade diária, como, por exemplo, tomar um banho sem ajuda de uma outra pessoa.

Para não comprometer os resultados da operação, é essencial não fazer esforços com os braços, como levantar objetos pesados. Para este tipo de esforço, pelo menos entre 15-21 dias devem passar, já que a contração do músculo peitoral poderia fazer com que a prótese se movesse.

Após as primeiras 2 semanas também será possível retornar as atividades normais, como academia, ou piscina, tomando cuidado para não realizar exercícios que envolvam os braços e os peitorais por pelo menos um mês.

Uma regra válida para todos os pacientes durante o período pós-operatório é usar um sutiã de compressão elástica por um mês após a cirurgia, ou mais tempo.

resultados mamas

As mamas ficam maiores e mais bonitas

Resultados

Os resultados do aumento de mamas podem ser percebidos imediatamente pelo paciente, dando-lhe autoestima e segurança a largo prazo.

No entanto, após a operação, haverá um inchaço que durará alguns meses, de modo que o resultado final ficará totalmente evidente após 6 meses a 1 ano. Para obter um resultado natural, deve-se considerar a proporção entre as dimensões iniciais da mama e a estrutura física geral da mulher.

Em mulheres magras e isso será mais difícil, mas não impossível, vai contar muito com a experiência do profissional e da escolha da prótese.

duração das próteses

Não é necessário trocar de próteses

Quanto tempo dura os resultados?

O resultado obtido com um aumento de mamas é considerado permanente, isto significa que a forma e o tamanho da mama permanecerão mais ou menos inalterados.

No entanto, não devemos descartar a possibilidade de que, ao longo dos anos, o envelhecimento e as mudanças de peso e condicionamento físico possam afetar a forma e o tamanho das mamas que, sob a influência desses fatores, poderiam sofrer alterações.

Além disso, como explicado na declaração do SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica), mesmo as próprias próteses, ao longo do tempo, poderiam estar sujeitas a alterações ou rupturas. Razão pela qual se recomenda a realização de visitas anuais de inspeção para fins preventivos.

Atualmente, não é mais necessário substituir as próteses após um certo número de anos. De fato, a prótese pode durar até mais de 20 anos.

cicatrizes aumento de mamas

Cuidar-se é muito importante!

Como cuidar das cicatrizes

Após a operação de aumento de mama, o cirurgião dirá ao paciente como cuidar das cicatrizes para que elas se tornem menos visíveis possível. O aparecimento de cicatrizes muda com o tempo, e seu processo de cura depende da reatividade individual da pele de cada paciente.

As cicatrizes estarão em correspondência com os pontos de incisão e podem ser de tamanho variável, mas geralmente estão entre 3 e 5 cm.

As cicatrizes são permanentes, mas você pode seguir pequenas precauções que, se aplicadas consistentemente, podem ajudar a obter melhores resultados:

  • Tomar medicação prescrita pelo seu médico
  • Não tome anticoagulantes durante os 15 dias seguintes à operação
  • Não exerça força por um tempo, especialmente com os braços
  • Mantenha as bandagens e o sutiã de contenção durante todo o tempo definido pelo médico
  • Não fume ou beba álcool
  • Não remova ataduras ou adesivos antes do tempo estabelecido
  • Dormir de barriga para cima
  • Proteja as cicatrizes do sol 
ruptura de implante

Visite o médico regularmente

Quais são os possíveis riscos e efeitos colaterais?

Em relação ao aumento de mamas, o aparecimento de complicações sérias é estatisticamente raro, reafirma o SBCP. No entanto, deve ser lembrado que a cirurgia de aumento de mama - como qualquer outro procedimento cirúrgico - também pode levar a complicações anestésicas ou pós-cirúrgicas.

Os efeitos colaterais imediatos e de curto prazo, como o aparecimento de hematoma, seroma, infecção e alterações na sensibilidade do mamilo.

A complicação mais frequente, e que causa maior preocupação nos pacientes, é a contratura capsular. Muitas vezes, requer uma segunda cirurgia e substituição das próteses. 

A ruptura de um implante mamário é muitas vezes silenciosa e deve ser suspeitada sempre que houver dor, inchaço, coceira, nodularidade ou vermelhidão ao redor da prótese, ou uma mudança na forma ou volume das mamas. Por essa razão, é aconselhável monitorar o estado das próteses ao longo dos anos, através de exames de rotina recomendados pelo especialista, como mamografia e ressonância magnética.

linfoma

Médicos dizem que esse risco não é real

Existe risco de linfoma?

Nos últimos anos uma série de publicações científicas levantaram questões sobre uma possível ligação entre implantes mamários e uma forma rara de linfoma cargo de células T do sistema imunológico. Em particular, o Food and Drug Administration apontou esta possibilidade.

No entanto,a SBCP, assegurou todos os pacientes e futuros pacientes, afirmando que "nenhuma evidência científica identifica uma certa relação entre o tumor e a presença de implantes."

O número de casos destacados por esta pesquisa é muito baixo e não justifica alarmismo, na verdade, em 2014 esse número estava a uma altitude de 173 em todo o mundo.

O Ministério da Saúde reforçou essa mensagem afirmando que "os implantes mamários continuam sendo considerados seguros e sem riscos à saúde".

Dúvidas Frequentes

  • As próteses mamárias tem data de validade? "As proteses mamarias mais modernas são muito resistentes e ainda não há um prazo definido para que seja preciso trocar. Recomendamos que, mesmo que não existam sintomas, a paciente faça um controle com mamografia ou ultrassom mamário a partir de 10 anos, e se tudo estiver em ordem repita periodicamente, pelo menos a cada dois anos para observar se não há problemas com a protese. Recordo que o controle com mamografia já deve ser feito periodicamente em todas as mulheres acima de 40 anos para detecção de cancer mamario e esse mesmo exame também identifica as alterações nas proteses. Um abraço" Dr. Julio Morais
  • Qual o valor do procedimento? Todos os valores devem ser passados pelo o profissional na consulta. Por lei brasileira não é permitido passar valores antes desse momento.
  • É possível ter algum problema após o procedimento? Como seroma? "Pode ocorrer e levar algum tempo para cicatrizar. Siga a orientação. Há casos que levam meses para tudo se resolver. O importante é continuar seu acompanhamento." Dra Rosimara Bonfim
  • Quanto tempo demora para voltar as atividades? "Bom dia. Não está indicada esse retorno rápido as atividades, pois aumenta o risco de sangramentos e deslocamento da prótese. Seria necessário pelo menos 15 dias para voltar às atividades sem esforço." Dr. Rodrigo Carbone
  • Seios flácidos, também precisarei da mastopexia?"Tudo depende do grau de flacidez que você tem e do tamanho da sua mama. Em casos de pouca flacidez é possível resolver só com a colocação do implante, entretanto se a flacidez for significativa haverá que associar ao mesmo tempo uma mastopexia ( plastica para a correção da flacidez). Só uma consulta com um especialista definirá o que é recomendável no seu caso. Sugiro que consulte um especialista credenciado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plastica." Dr. Julio Morais

Depoimentos

"Meus seios sempre foram pequenos, mas até então nunca tinha tido um contato com o ambiente médico e tão pouco feito alguma cirurgia na minha vida. É muito estranho pensar como eu me sentia antes, até porque agora me sinto muito diferente com as próteses. Mas sei que era um desejo e isso me afetava internamente, sentia-me...""

Ver experiência

TayaneRocha - Rio de Janeiro (cidade), Rio de Janeiro

"Coloquei silicone nos seios. Depois da amamentação meus seios sumiram. Então resolvi colocar..."

Anapaula148 - Brasília (Distrito Federal), Distrito Federal

"Olá meninas, vou fazer meu relato pois sites como esses me ajudaram muito na decisão e recuperação. Minha decisão foi muito rápida e um mês e meio eu já estava operando..."

Labelle - Teresópolis, Rio de Janeiro

"A informação que aparece nesta web é apenas indicativa e nunca pode substituir a informação que o seu médico, cirurgião ou especialista em estética e plástica deve fornecer. Se você estiver avaliando a possibilidade de realizar qualquer tratamento ou intervenção médica (também em caso de dúvidas ou perguntas), vá diretamente ao seu médico especialista para lhe fornecer as informações correspondentes. Cirurgia.net não garante ou recomenda qualquer conteúdo, procedimento, produto, opinião, profissional de saúde ou qualquer outro material e informação neste guia ou em qualquer lugar deste site."

Colaboradores do tratamento