Todo o conteúdo desta página é gerado por usuários reais do portal e não por médicos ou especialistas.

Cirurgia de correção - pontos ninfolastia não fecharam!

Tratamento realizado Vale a pena
Lyl_m
Porto Alegre (Rio Grande do Sul) · Criação: 2 jan 2021 · Atualização: 13 fev 2021
História

Oi meninas...

Desde criança sempre fui mto vaidosa, olhava as mulheres bonitas na TV e desejava ser como elas algum dia. Os labios da minha vagina me incomodavam desde sempre, lembro-me que quando tinha aproximadamente 5 anos olhei os das minhas primas no banho e vi que os meus eram "anormais". Pois bem... em 2016 reesolvi fazer a ninfoplastia, com um médico que eu já havia feito lipo e silicone(seios). LI alguns relatos e esparava uma dor forte, o que felizmente não ocorreu. Passado uns 20 dias percebi que um ponto tinha aberto, fui ao médico que realizou a nova sutura no próprio consultório, mediante anestesia local (foi horrível a dor, mas eu mal sabia que dores piores me aguardavam). Após isso começei a sentir dores, o ponto abriu novamente, voltei ao consultório, e o médico fez o mesmo protocolo, entretanto neste momento a dor já estava moderada. Preciso fazer um comentário antes que eu me esqueça, eu sempre fui extremamente cuidadosa com as minhas cirurgias, por vezes até demais, para vc terem uma ideia coloquei PMMA no glúteo e o médico liberou para treinar em 7 dias, eu demorei 7 meses, pq morria de medo. Voltando a ninfoplastia... foi feito o corte em fomato de pizza, e o ponto que abria não era o da extremidade de fora, era no "meio" do corte e a cada vez que o ponto abria, formavasse um buraco maior dentro do meu lábio, eu já estava desesperada e não saia nem da cama. Embora o médico, pasmem, disse que eu podia voltar a malhar já normalmente. Claro que eu não fiz. Não me lembro ao certo, mas os pontos abriram em torno de 4,5 vezes e a dor se tornou insuportavel, eu chorava e gritava de dor. Passei uma noite sem dormir com mta dor, esperei amanhecer e mandei um whats para o médico que me disse que ia entrar em cirurgia e depois me respondia, nisso eu liguei para a secretaria dele chorando falando que ela tinha que resolver, pois ele pediu paar eu aguardar horas!!! E isso era inadmnissivel e eu nem suportaria por tamanha dor, um amigo meu foi até o consultório, pq eu não conseguia caminhar de dor. Nisso tomei Oxiconoda que é um forte opióide, que amenizava um pouco a dor. Gurias... foi a pior dor que senti na minha vida, fiquei com depressão sem saber. Meu sonho havia se tornado um pesadelo, estava com um buraco cada vez maior na minha ppk e enfrentando dores terríveis. O médico ainda ficou bravo que gritei de dor no consultório dele enquanto ele dava uma anestesia comigo acordada para depois fazer a sutura!!! Por fim ele estava querendo me levar ao hospital para me dar uma anestesia e sedação e fazer a sutura com outro fio. Eu já não confiava mais nele e estava chateada pelas atitudes anteriores e outras durante as consultas. Procurei dois ginecologistas, a primeira se negou a mexer e me receitou um creme, que foi o que ajudou a controlar a dor e desinfeccionar. O segundo foi meu gineco que me receitou um outro creme. Neste momento minha dor já estava mais amena. Até que a dor passou e o buraco estava lá, enorme! E eu confusa e morrendo de medo de passar por qualquer outra cirurgia. Minha vida nunca mais foi a mesma, pois eu tinha que tomar cuidado ao tomar banho para o meu dedo não entrar naquele buraco sem qurer, ao tirar a calcinha ou body apertado, o tecido da calcinha meio que "entrava" no meu buracão (sim, pois ele aumentou de tamanho com o passar dos tempos) e minha vida sexual então... eu adquiri "jeitinhos" para não ser descoberta e morria de medo de sexo oral. Uma vez estava com um cara que viu e ele broxou na hora e ficou apavorado. Passou-se quase 3 anos e em 19 de junho de 2019, após ter trocado de gineco (a nova gineco fazia a cirurgia) eu decidi realizar uma nova cirurgia, não ter vergonha mais de mim, enfim ter uma nova vida. Ela teve que praticamente me deixar sem o lábio direito, pois o "buraco" foi cedendoe ficou bem grande, e diminuir o esquerdo. Eu optei por deixar o esquerdo um pouquinho maior, pq senão eu ficaria praticamente sem. Fiz a cirurgia de correção com anestesia geral e a técnica utilizada foi a reta, pois se houvesse algum problema de sutura eu não correria o risco de abrir um novo buraco. O pós foi dolorido, mas nada que se compare a tudo o que passei, tinha muito medo que tudo acontecesse novamente, mas dessa vez foi um sucesso. A médica que me atendeu foi a ginecologista Simone Vaccaro, atende em Porto Alegre -RS. Gente.. depois de tudo isso digo a vcs que acho que um ginecologista é mais apropriado, e deem prioridadea usar a técnica de corte reto e não V/Pizza que foi oq ue fiz na primeira vez. Infelizmente não posso divulgar o nome do plástico aqui, ele é bem conhecido em Poa e depois disso soube que uma amiga minha teve um problema na cicatrização do seio dela. E para complementar já ouvi duas pessoas relatando problemas com esse cirurgião.

Bom, eu resolvi contar essa história pois na época eu procurei algo semelhante e até encontrei, mas ninguém contou o pós. Espero de coração que ajude alguém!

Quaisquer dúvida, responderei..

Um beijo e excelente 2021 para todas nós.

PS: A ,édica me disse que nunca havia visto uma cirurgia ter ficado como a minha, já havia vusto "buraquinhos", mas não "mega, ultra, power buracão".

Vou procurar fotos e até pedir para a médica para postar aqui.

Tem certeza de que deseja excluir essa foto?

ekg

· Sítio Sayto

· 13 fev 2021

Fiz a cirurgia a uma semana e estou quase morrendo de dor...😭
Não sei que pomada usar, o meu médico mandou usar somente Andolba

Tem certeza de que deseja excluir essa foto?

Tem certeza de que deseja excluir essa foto?

Atualize sua história
Atualize sua história
Gostou desta história?
Conte a sua história com a cirurgia estética
Começar agora
Ver todas

Mais histórias reais

As informações que aparecem em Cirurgia.net em caso algum podem substituir a relação entre o paciente e seu médico. Cirurgia.net não faz qualquer apologia a um tratamento médico específico, um produto comercial ou um determinado serviço.