Tayane
Tayane
Escritora, copywriter e community manager. Administradora da maior comunidade de cirurgia plástica do Brasil.
Criação: 29 Fev 2016 · Atualização: 18 Fev 2019

Destacado

Navegação

  • Sobre a ginecomastia
  • O que a ginecomastia?
  • Como saber se eu sou um candidato da ginecomastia?
  • Como escolher o meu cirurgião para a minha ginecomastia?
  • Como é a primeira consulta com o cirurgião plástico?
  • Como se realiza a ginecomastia?
  • A dieta pode ajudar a tirar a ginecomastia, ou só em caso cirúrgico?
  • A ginecomastia doi?
  • Como é o pós-operatório da ginecomastia?
  • Quais resultados esperar depois da ginecomastia?
  • Quanto tempo dura os resultados da ginecomastia?
  • Como é a cicatrização depois da ginecomastia?
  • Quais são as possíveis complicações da ginecomastia?
  • As mulheres podem ter a Ginecomastia?
  • Perguntas Frequentes
  • Depoimentos
  • Bibliografía

Sobre a ginecomastia

Muitos homens hoje em dia estão buscando ajuda para resolver um problema que anteriormente não era muito comentado por ser um tabu, e esse problema se chama ginecomastia. Atualmente atinge mais de 40% da população mundial de homens, podendo causar desconforto e constrangimento social.

Vídeo realizado por Dr André Colaneri

Imagem sobre a ginecomastia

O que a ginecomastia?

Segundo o Doutor André Colaneri a ginecomastia é o aumento das glândulas mamárias nos homens. Se o aumento das mamas for devido apenas à gordura, é chamado de lipomastia. Para se fazer o diagnostico de ginecomastia é necessário fazer um exame de ultrassom ou mamografia, para evidenciar a presença da glândula. A maioria dos casos é mista, ou seja, uma parte de gordura e outra de glândula. A ginecomastia pode ser classificada em 3 graus, dependendo do volume da glândula mamária e do excesso de pele.

Assim, a  ginecomastia é o desenvolvimento da mama em homens, por sermos mamíferos todos os seres humanos têm mamas, mas só as mulheres têm o desenvolvimento da glândula mamária para gerar filhos e conseguir amamentar.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica a ginecomastia é uma cirurgia conhecida como redutora de mamas masculinas, e vem se tornando cada vez mais popular. Esse procedimento tem sido de grande auxílio para homens de diferente idades, pois além de questões hormonais ela pode ser feita depois de uma grande perda de peso.

Ou seja, a mama do homem pode aumentar pelo o aumento hormonal ou pelo o aumento de peso. A ginecomastia, pode ser normal durante o tempo de puberdade mas só 7% continuam com esse problema ao longo da vida.

imagem de ginecomastia

Como saber se eu sou um candidato da ginecomastia?

Como qualquer outro procedimento cirúrgico, a cirurgia para a ginecomastia pode ser realizada pelo o homem que esteja com uma saúde equilibrada e que seja avaliado por um profissional para indicar qual o grau da ginecomastia, e se ela realmente existe ou se pode ser tratada antes sem o procedimento cirúrgico.

Geralmente na fase da puberdade há um aumento normal das mamas, então é preciso avaliar com um médico se o paciente ainda vai manter esse aumento após essa fase ou se as mamas vão voltar ao seu tamanho normal.

Para tanto, é sempre aconselhável estar acompanhado com um médico que possa avaliar os níveis hormonais.

Médicos de ginecomastia

Como escolher o meu cirurgião para a minha ginecomastia?

Para realizar qualquer tipo de tratamento é necessário escolher um profissional que esteja dentro da Sociedade Brasileira de Cirurgias Plásticas, já que se trata de uma cirurgiã plástica. É possível visitar o site da SBCP e pesquisar se o médico é realmente cirurgião.

De toda forma, conhecer o trabalho desse profissional, averiguar os seus resultados e saber o seu currículo é um passo importante também.

É possível que seja necessário visitar mais de um profissional até ter a certeza do(a) profissional que você vai realizar esse procedimento de ginecomastia. E sentir confiança do profissional, conversar sobre a técnica e sobre os possíveis resultados, podem te influenciar para escolher o cirurgião para o seu tratamento.

O mais importante é estar se sentindo seguro e confiante de um resultado satisfatório, com um profissional qualificado do ramo.

Imagem de exame ginecomastia

Como é a primeira consulta com o cirurgião plástico?

O primeiro passo é que o médico vai ouvir as queixas do paciente e buscar entender-las. É preciso estar atentos à história para estabelecermos uma cronologia correta entre o início dos sintomas e o momento da procura pelo atendimento. Além disso, devemos buscar outros sintomas que possam estar associados e investigar possíveis fatores de risco. Por isso, é importante que saibamos detalhadamente os antecedentes do paciente, a história da sua família e, principalmente, seus hábitos de vida. Lembrem-se, abuso de álcool, drogas, anabolizantes e alguns medicamentos podem estar associados ao desenvolvimento da ginecomastia!

Após uma história completa e detalhada, partimos para o exame físico, onde vamos avaliar a presença da ginecomastia, seu tamanho, consistência, excesso ou não de pele e gordura. Além disso, o exame físico é primordial para conseguirmos dicas de uma possível causa da ginecomastia, como uma tireóide de tamanho alterado, aumento do volume dos testículos, etc.

Após toda essa avaliação, partimos para os exames complementares, onde vamos solicitar testes que busquem confirmar ou descartar as suspeitas levantadas na primeira consulta. Nessa fase, usualmente são solicitados exames de sangue e uma ultrassonografia das mamas. Outros exames podem ser solicitados de acordo com os achados e suspeitas clínicas!

Somente após excluídas as causas identificáveis de ginecomastia é que partimos para o planejamento e toda a explicação a respeito do procedimento cirúrgico. Nesse momento explicamos as incisões, cicatrizes, necessidade ou não de lipoaspiração, recuperação pós-operatória e, claro, todas as possíveis complicações inerentes ao procedimento.

O importante é que o paciente saiba que a ginecomastia, apesar de muitas vezes ser estigmatizante e incômoda, possui tratamento efetivo, com elevado índice de satisfação, segundo o Doutor Ricardo Votto.

Imagem sobre o tratamento de ginecomastia

Como se realiza a ginecomastia?

Segundo o doutor André Colaneri a ginecomastia é realizada com a  lipoaspiração das mamas é realizada para retirar a parte de gordura e isolar a glândula, descolando-a da pele e do músculo. Na mesma cirurgia, depois da lipoaspiração, é feito um corte em torno da borda inferior das aréolas, através do qual a glândula é retirada. A cirurgia pode ser feita com anestesia local e sedação, com alta no mesmo dia. Ademais disso, o outro profissional da área, Ricardo Votto comenta também que em casos mais graves, com ginecomastias de grande volume, lançamos mão de técnicas com ressecção da glândula associada a ressecção do excesso cutâneo, muito semelhante ao que é feito em uma redução mamária feminina.

Dieta para seios de homens

A dieta pode ajudar a tirar a ginecomastia, ou só em caso cirúrgico?

O doutor Ricardo Votto comenta que, a ginecomastia está associada ao desenvolvimento anormal da glândula mamária e diversos fatores podem contribuir para isso, tais como: medicamentos, anabolizantes, drogas ilícitas (maconha, cocaína, etc), tumores, cirrose hepática, insuficiência renal e várias outras. Apesar de inúmeras causas conhecidas, a grande maioria dos casos são considerados idiopáticos, ou seja, sem uma causa identificável. Quando reconhecemos uma causa tratável, o paciente é encaminhado para um especialista no assunto para um acompanhamento em conjunto. Se descartadas tais causas, o tratamento da ginecomastia é realizado com cirurgia, que consiste na ressecção da glândula mamária. A dieta, por si só, não influencia diretamente. O aumento do peso (sobrepeso e obesidade) gera acúmulo de gordura nessa região, gerando uma “falsa ginecomastia” (pseudoginecomastia).

consulta de ginecomastia

A ginecomastia doi?

Por se tratar de um tratamento que precisa de uma cirurgia plástica, é possível que o paciente sinta um desconforto durante os primeiros dias após o procedimento. Contudo, ao ser acompanhado por um profissional da área vai ter o auxílio para amenizar o pós operatório, com os medicamentos adequados.

De toda maneira não é comum sentir dores muito acentuadas, e até mesmo o incômodo deve passar com o tempo. Caso os sintomas persistam, não duvide de entrar em contato com o seu profissional para averiguar o que está acontecendo, ele vai saber te ajudar no que precise.

Pós operatório de ginecomastia

Como é o pós-operatório da ginecomastia?

O pós operatório da ginecomastia não é complicado, mas é necessário ter alguns cuidados para que se tenha o resultado esperado. Após a operação é possível passar um tempo com a faixa pós operatória, que vai ajudar a drenar e manter a circulação da área operada.

Ademais disso, é possível que o profissional recomende algumas medicações para a dor e para uma mais rápida recuperação do corpo.

Para alguns casos talvez seja necessário utilizar drenos, mas com cada pessoa o processo de recuperação é diferente, assim como as suas necessidades.

É possível voltar às atividades normais depois de 4 dias, e voltar a fazer esforço como pegar pesos ou exercícios depois de 1 mês e meio, ou segundo a recomendação médica.

Esse procedimento costuma ser tranquilo e seu traumas na área tratada, qualquer sintoma que fuja da regra é conveniente procurar o profissional que realizou o procedimento ou outro da área médica.

Resultados da ginecomastia

Quais resultados esperar depois da ginecomastia?

Os pacientes podem esperar um resultado mais harmonioso e masculino, onde vão se sentir melhores e com boa autoestima. É possível que o paciente leve um tempo para se acostumar com a nova aparência, e também é necessário ter paciência para se recuperar no pós operatório, assim verá os reais resultados.

O paciente vai se sentir muito mais confiante e com a aparência mais adequada para um corpo masculino.

Tempo de resultados de ginecomastia

Quanto tempo dura os resultados da ginecomastia?

Depende da gravidade do caso o resultado pode ser diferente. O procedimento dura entre 1 a 2 horas e os seus resultados costumam ser permanentes, mas há casos que talvez seja necessário tratar a parte hormonal também, pois é possível voltar a ter. 

A recidiva (retorno) da ginecomastia é algo extremamente raro, desde que os fatores de risco tenham sido controlados e a cirurgia sido adequadamente realizada. Por isso é importante que o paciente sempre pesquise e certifique-se de que escolheu um cirurgião plástico capacitado e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. A cirurgia costuma resolver o problema, não sendo comum ter que operar novamente.

cicatrização da ginecomastia

Como é a cicatrização depois da ginecomastia?

Geralmente, dependendo do grau de desenvolvimento da ginecomastia é possível ter cicatrizes mínimas, do tamanho de 2 mm de cada lado, onde há inserção da cânula que realiza a retirada de gordura localizada na área do peito do paciente, e também retira a glândula mamária. Porém, é aconselhado procurar um profissional do ramo para entender mais sobre esse procedimento, porque dependendo do grau há diferentes técnicas para o seu caso.

Complicações em ginecomastia

Quais são as possíveis complicações da ginecomastia?

Quando o procedimento é realizado por profissionais qualificados, as complicações são mínimas. Porém, por se tratar de uma cirurgia é sempre importante relevar a importância do tema. Algunas dessas complicações podem ser:

Cicatrizes não desejadas, hematomas persistentes, infecções, alteração da sensibilidade da mama, irregularidades do entorno da pele, inchaços, danos nos nervos na região mamária, assimetria na mama, necrose do tecido, complicações cardíacas e pulmonares, dores insistentes que não passam com analgésicos. Para tanto, é necessário estar em contato com o seu profissional, pois é possível que você precise de um retoque e uma nova cirurgia e/ou um acompanhamento mais de perto.

    Mulheres podem ter ginecomastia

    As mulheres podem ter a Ginecomastia?

    É possível que as mulheres tenham ginecomastia. A hipertrofia mamária pode ser classificada em quatro graus (os citados anteriormente), que variam pelo tamanho e peso em excesso das mamas.Contudo, no quarto grau, é raro e só ocorre nas mulheres, ela recebe o nome de gigantomastia. As causas da gigantomastia são:

    • Obesidade.
    • Distúrbios glandulares.
    • Diabete.
    • Gravidez.
    • Menopausa.
    • Hereditariedade.

    Perguntas Frequentes

    • Quando será possível ver os resultados da ginecomastia? "O resultado final é depois de 6 meses. Pode estar inchado. É importante fazer drenagens linfáticas e ultrassom depois da cirurgia, para minimizar o risco nódulo de fibrose (cicatriz interna). Veja com o seu cirurgião se a recuperação está normal." Dr André Colaneri
    • Por que as mamas dos homens crescem? "É comum as mamas crescerem nos homens durante a adolescência, pelo desenvolvimento da glândula (ginecomastia). A maioria dos casos, porém, some sozinha. Apenas em torno de 7% dos casos permanece. As mamas são formadas por glândula e gordura. Caso o paciente ganhe peso, engorde, as mamas também crescem. Apesar de da cirurgia não ser retirado 100% da gordura nem da glândula, é muito difícil que retorne a crescer depois, apesar de não impossível. A glândula cresce apenas se tiver algum estimulo (uso de hormônios, anabolizantes, medicamentos, drogas, etc). Procure um especialista para ser avaliado"Dr André Colaneri
    • Qual a melhor forma de evitar que a ginecomastia reapareça? "Para Ginecomastia o ideal é a cirurgia para retirar a glândula." Dr. Marcus Coimbra
    • Há necessidade lipoaspiração antes da ginecomastia? "O ideal é fazer a lipoaspiração em conjunto com a retirada das glândulas. Na mesma cirurgia." Dr. Luciano Sales de Souza
    • Qual o valor da ginecomastia? "O preço da cirurgia varia conforme a técnica usada (lipo tradicional, vibrolipo, lipo ultra-sônica, sem lipo), hospital escolhido, cidade, experiencia do medico, etc. O convenio geralmente cobre a parte da glândula, mas não a lipo. O CRM proíbe a divulgação de preços em sites. Procure um especialista para ser avaliado e saber o preço exato para o seu caso." Dr André Colaneri





    Depoimentos

    "Hoje completa 18 dias após minha cirurgia de ginecomastia, no meu caso foi mesmo só a retirada de gordura pela lipoaspiração, sinto muito feliz e indico a todos q sofre com esse problema, corre atrás, pois me sinto bem melhor, só quem tem ou já teve sabe o quão ruim isso e . Me privava de clubes, praias, cachoeira, e até mesmo um simples futebol, tudo pq não tinha coragem de ficar sem camisa. Estou muito feliz. E outra coisa o convênio cobriu essa cirurgia, meus gastos foi drenagem, os coletes, e os medicamentos."

    Ver experiência

    BrunoFerreira12 - ,

    "Como a maioria dos homens que sofrem com isso , sempre privei mto minha vida , passeios , viagens , sempre foram meu pesadelo! Tirar a camiseta? Nem pensar...
    Fiz a cirurgia , que, nao dói quase nada , fiz em clínica, com anestesia local, foi super rápido e tranquilo (tirando o pré operatório que é uma ansiedade absurda).
    A recuperação é tranquila , a primeira semana pós cirurgia é meio complicada devido a faixa apertada que temos que usar ,mas nada de absurdo.
    Quem puder , faça! Mas faça mesmo , pois bem material algum traz tanta felicidade quanto a sua autoestima , quanto poder usar uma camiseta branca , sem detalhes! Só me arrependo de nao ter feito antes!!!!"

    Ver experiência

    DaviHenrique - São Caetano do Sul, São Paulo

    "A informação que aparece nesta web é apenas indicativa e nunca pode substituir a informação que o seu médico, cirurgião ou especialista em estética e plástica deve fornecer. Se você estiver avaliando a possibilidade de realizar qualquer tratamento ou intervenção médica (também em caso de dúvidas ou perguntas), vá diretamente ao seu médico especialista para lhe fornecer as informações correspondentes. Cirurgia.net não garante ou recomenda qualquer conteúdo, procedimento, produto, opinião, profissional de saúde ou qualquer outro material e informação neste guia ou em qualquer lugar deste site."

    Colaboradores do tratamento