Fiz porque uma cirurgia de postectomia ea cicatriz fica alta, aí fiz pra retirar. Fiz aos 2 anos atrás a de postectomia agora a de laser fiz recentemente , Agora estou na recuperação é uma área muito delicada mas está ficando do jeito que eu quero, vai ter que fazer mais algumas sessões pra regularizar corretamente, mas recomendo.

Não poderia estar mais feliz com a minha cirurgia de correção de cicatriz, hoje me sinto outra pessoa sem a cicatriz horrível que tinha na barriga por conta da cirurgia de apêndice de emergência. Recomendo MUITO o Dr. Jorge Hamra, que fez um suuuuper trabalho, e melhorou muito a minha auto estima, hoje não tenho mais vergonha da minha cicatriz que está impecável!

Realizei uma cirurgia plastica no rosto, pois quando tinha 5 anos fui mordida por um cachorro, meu sonho era fazer a cirurgia, pois eu tinha muito trauma e durante a adolecencia nao prendia o cabelo e ja sofri preconceito com apelidos e colegas de escola que riam da minha cicatriz, como nao tinha condiçoes financeiras procurei um medico que sensibilizou se com meu caso e fez a cirurgia quase sem custo, fiquei muito feliz.. mais preciso de mais uma para que meu rosto fique quase perfeito..

Ginecomastia, simpatectomia e otoplastia feitas. obrigado cirurgia.net O site e muito bom ótimos profissionais sugeridos

Tive um acidente de carro, tive uma fratura do Umero direito. No hospital peguei uma ostiomielite, acabei ficando com parte do braço necrosado. Fiz tratamento pra acabar com infecçao, 2 anos depois fiz uma plástica pra acertar o braço, pois tinha uma parte funda do tecido que eu perdi. Já faz 24 anos da cirurgia do braço e 16 anos da cirurgia plástica.

Eu fiz uma pequena cirurgia plástica no braço para tirar queimadura. E gostaria de remover a flacidez dá barriga

Sempre sonhei em realizar o encurtamento dos dedos dos pés. O meu pé é considerado grande pra mulher (39), mas nada me incomodava mais que não poder uma sandália, um chinelo, pois sempre tive muita vergonha dos dedos, pois eram maiores que o dedão e quando calçava qualquer tipo de sapato aberto, o que mais se destacavam eram os dedos. E somente em 2014, já com plano de saúde, resolvi verificar com o mesmo ortopedista, Dr. Renato Prezzoto, que havia feito uma cirurgia no meu calcanhar, se ele realizava esse tipo de procedimento. Para minha felicidade, ele disse que talvez fosse possível fazer, mas que primeiro deveria fazer um raio x para que ele pudesse verificar. Claro, saí dali direto para o laboratório, fiz o exame e levei para a análise dele e é claro, ele topou fazer. Fiz todos os exames necessários no pré-cirúrgico, como exames de sangue, risco cirúrgico. Marcamos então a data, só tinha um detalhe, eu teria que realizar a cirurgia em duas etapas, então, marcamos a cirurgia do pé direito, porque assim, não ficaria imobilizada totalmente. E fui orientada a comprar uma bota ortopédica que me facilitaria a andar, pois ficaria 30 dias sem poder pisar com o meio do pé para frente. Na data marcada a única preocupação era em fazer logo a cirurgia, afinal, esperei 34 anos por este momento. A cirurgia em si é super tranqüila, pois a sedação nos ajuda a relaxar. Quando acordei, sem dor alguma, a única coisa que queria e ver o dedo do jeito que sempre sonhei, mas estava enfaixado, já dava pra ter uma noção. Fiz a cirurgia em um dia e sai no dia seguinte. Fui recomendada a não molhar o pé por uma semana e somente após esse tempo e com o retorno ao médico para o curativo e troca de gazes pude ver o pós-cirúrgico, os dedos estavam roxos, inchados. Os dedos (2 e 3, foram reduzidos e colocados placas e parafusos e o 4 dedo foi desertortado e, pra que ficasse na posição, foi inserido dentro um ferro que foi retirado após 30 dias). Após esse período, o inchaço já estava bem reduzido e já era possível ver os dedos lindos e como sempre sonhei. Mas ainda faltava o esquerdo e conforme orientação medica eu teria que esperar 3 meses, assim daria tempo do pé direito se recuperar bem. Foram os mais longos 3 meses, mas enfim, passaram e agendamos a cirurgia do pé esquerdo e começou tudo de novo. Infelizmente, este não ficou tão bom quanto o pé direito (acho q o dedo ao lado do dedão poderia ter ficado menor). Mas eu ainda teria que aguardar os 3 meses para recuperar e só então realizar o meu grande sonho, colocar uma sandália e desfilar meus pés e dedos, sem vergonha, sem receio de que às pessoas só enxergaria os dedos gigantes. Esperei, afinal o que são 3 meses. E gente, que delícia, foi a melhor sensação que já tive. Minhas irmãs diziam que eu estava louca, que se Deus fez assim, tem que aceitar, eu não concordo, porque se fosse assim, não tinha feito os médicos, esses profissionais realizam sonhos e muitas vezes nem sabem, mas fazer está cirurgia foi a melhor coisa que fiz a mim mesma. Obrigada pela oportunidade de me permitir registrar aqui a minha felicidade e espero que este ajude outras mulheres a fazerem o mesmo, porque é possível sim.

Olá sou delaine tenho 29 anos e me sinto a pessoa mas estranha do mundo, sinto que todas as pessoas me olham estranho, queria muito fazer uma cirurgia plástica e me olha no espelho e me achar linda poder tirar selfie sem medo de sempre ser a esquisita. Meu sonho e me sentir bem comigo mesma poder ser feliz e me sentir sempre linda sem paranóia.

Eu ja sofri muito bullying por conta do queloide apareceu a primeira vez tinha 14 anos foi muito difícil e tinha pouco conhecimento na época, consegui opera so que volto 2 anos depois ainda mais so que sempre escondi com cabelo o momento mais difícil pra mim foi quando tive que raspa cabeça por causa do câncer que descobrir q tinha isso ja com 19 anos e hj em dia Muita baixa estima as pessoas ver queloide como coisa de outro mundo, tenho na orelha, barriga por conta uma cirurgia de vida o morte resumindo passei minha vida quase todo me escondendo

Para alguns o sorriso é só uma questão dentária, é só ir ao consultório dentários e cuidar dos dentes e tudo bem, o meu não é. Tenho extrema dificuldade para sorrir, sorrio mas meus lábios não se abrem, apesar de ter os dentes perfeitos , sou feliz , mas levo esse dilema há muito tempo , não quero fazer essa correção por uma pressão social, sim por uma questão de poder ter menos dificuldade para sorrir. Essa foto posto é o máximo que já consegui em termos de sorrir.

O fim de uma tristeza
AndreaAnastasiodaSil

Fiz bariátrica há 18 anos pelo SuS em Recife, por passar dificuldades não terminei as cirurgias repadoras Falta as pernas e os braços ,e isso me constrange ao Ponto de ser uma pessoa normal, sem excessos de pele. Me indicaram Dr.Fernando Gaia, e acredito na sua experiência e no que ele poderá fazer por mim. Pois não tenho condições financeiras para fazer particular. Sei que se eu conseguir está cirugia voltarei a ser a pessoa completa.

Eu tenho vergonha de tirar a camisa em público por causa das horríveis cicatrizes que tenho na altura do peito. Além das aréolas serem grandes, após o procedimento de ginecomastia, elas ficaram tortas e com cicatrizes visíveis.

Não consigo fazer uma cirurgia reparadora pois o convênio disse que é estética. Tenho vergonha pois reduzi o peso por ordem médica. Cicatrizes ficaram por causa da pomada. Meus tecidos da coxa da perna e barriga abriram. Na dobra da barriga no inverno fica em carne viva. Tenho vergonga de sair para tomar sol, só se for de calça. Tenho convênio pra que? É difícil conviver com uma doença que nem o governo da suporte .