Dois implante dentário
alexamdrius
Membro destacado

Tive 2 dentes quebrados quando fui provar de uma fruta e o caroço fez meu 2 dentes laterais da boca quebrarem, procurei alguns dentistas para avaliarem meu caso, me deram duas opções fazer ponte ou colocar implantes, a ponte sairia mais barato porem o serviço poderia não ficar muito bom pois tinha pouco dente para sustentação e poderia quebrar a ponte ja o implante teria o melhor resultado, optei pelo implante, o Dr Bento me cobrou aproximadamente 3,000 pelo serviço mas hoje estou com meu sorriso completo e não tenho problemas na mastigação e estou satisfeito com o implante é um procedimento demorado pois tem varias burocracias enxerto ósseo e afins mas vale o resultado.

Olá! Meu nome é Elenice moro em Paris a 9 anos e na Europa a 17 anos. Já fiz 16 anos que eu não ia ao Brasil por motivo de saúde. Pois minha respiração não era boa e os médicos me aconselharam a fazer uma cirurgia de coração no maxilar e na respiração. Mais eu fiquei com medo de fazer , mais passados 13 anos decidi fazer uzeu aparelho por dois anos e logo depois fiz a cirurgia foi bem a cirurgia a regulação. Mas após 4 meses sem eu saber o que aconteceu as placas da parte superior quebrou fui as urgências e tive que ser reoperada de novo. se passaram 1 ano e meio eu sentia muitas dores nos dentes meus dentes ficar abalados nao conseguia comer e dotesr constamte 24 horas por dia ; e a médica que tratava cuidado de mim dizia que era normal. Mas depois de sofrer tanto resolvi procurar uma segunda opinião, fui ao sanpitrie no cemtro de paris e la foi atendiada por um médico muito bom. Ele viu todos os meus exames e também pediu para fazer novos exames e com tudo na mão ele marcou a cirurgia lá fui eu para 3 cirurgia ao sair do bloco já no quarto o médico disse que meu osso da parte superior não havia sicatrizado e tiveram que fazer um enxerto de osso e agora já faz 10 dias que estou operada e rezando pra deus que tudo de certo . Bom estou aqui dizendo minha experiência porque e difícil você ter sua boca quebrada por duas vezes e não resolverem o seu problema isso afetou muito a minha vida familiar e no trabalho. Recomendo sim essa cirurgia. Basta procurar o médico certo que você vai gosta e viver melhor

Hoje faz exatamente 2 meses que fiz minha cirurgia, sentia muito incômodo com meu sorriso pois quando o fazia, a gengiva aparacia mais que meus dentes, isso me incomodava muito e me inibida de sorrir. Então resolvi procurar uma clínica dentária e me informar do procedimento, sempre tive em mente que dentista é algo caro e que eu não conseguiria pagar, porém fiquei satisfeita com o valor que me foi passado pela atendente e resolvi marcar minha cirurgia, e na semana seguinte eu fiz, e agora não consigo parar de sorrir e mostrar meus dentes em vez daquela gengiva exagerada.

Bom eu fiz uma cirurgia de implante dentário eu perdi meus dois dentes da frente. Quando eu era criança eu fui abandonada pelos meus pais quando tinha 6 meses ai fui criada pelos meus tios e um certo dia eu cai e acabei quebrando um dos meus dentes da frente meus tios não tavam n ai de mandar arrumar até quando que eu fiz meus 18anos comecei trabalha fora e fiz a cirurgia de implante de um dos dois para melhora meu sorriso as pessoas falavam, faziam gracinha por causa do que eu não tinha meu dente. Ha pouco tempo eu quebrei outro da frente comendo um caqui, fiz a cirurgiã mas mas não pode acabar o tratamento por causa que estou grávida...

Por anos a fio cultivei forte depressão que me levou a um estado de baixa auto-estima e um comportamento auto-destrutivo que se manifestava principalmente, no ponto de vista estético, com o abandono total de tratamentos dentários. Com isso, nem sou capaz de descrever a situação em que me encontro, aliando a isso, um medo doentio de dentistas e consultórios odontológicos. A etapa da depressão está sendo vencida. Sou pai de família e preciso passar aos meus filhos uma ideia de vitória e normalidade. Busco essa normalidade. Não busco o rebuscamento estético, mas, tão somente, a normalidade. Meus dentes estão em estado caótico e não consigo nem ao menos sorrir com naturalidade. Sou alto e alguns dizem até bem afeiçoado, mas minha boca provoca até mesmo repelência... Quero muito começar a tratar esta situação com a seriedade que ela merece... É o mínimo que posso fazer para resgatar minha própria vida, já aos 55 anos, para definir um futuro melhor para mim e para aquelas pessoas que me amam... Cuidar-se é também cuidar de quem se ama.. Quem não se gerencia se degenera... Lutarei contra isso e, se puderem me ajudar... Agradeço.

Sou um menino sonhador ... Meu sonho é fazer a cirurgia da linha da mandíbula. Eu me olho no espelho e acho que rosto é muito fino, remete um rosto muito feminino e eu não me sinto bem. Acho muito bonito aquele rosto bem "quadrado" e essa é minha vontade, de me sentir bem e até mesmo escolher cortes de cabelo que vão valorizar mais minha face.

Depois de 1 anos e 3 meses usando aparelho, o dentista me deu a boa notícia que eu já estava pronto para fazer a maxilofacial. Eu tinha muito medo de ter que mexer nos ossos do rosto, mas a minha necessidade de melhorar a mastigação e a fala acabou vencendo o medo. A cirurgia durou 3 horas e meia e eu fui pra casa no mesmo dia. Nos primeiros dias o rosto fica inchado, mas depois de duas semanas desaparece. A parte mais difícil foi ter que se alimentar só com líquido e comida pastosa na primeira semana. Fiquei muito satisfeito com o resultado. Espero que a minha história sirva de motivação para quem precisa fazer esta cirurgia.

Primeiro pensei que tinha que ajustar o grau dos meus óculos, depois cogitei a hipótese de que as fortes dores de cabeça que sentia era porque eu passava muitas horas na frente do computador, até que comecei a perceber um desgaste nos dentes e fui procurar um especialista que diagnosticou que o que tinha era bruxismo. Tive muita sorte porque o problema ainda estava no inicio e pude tratá-lo. Recebi toda a atenção que eu precisava do Dr. Fernando e sua equipe, tanto antes, como durante e depois do tratamento. O resultado foi excelente.

Era apenas uma dor de dente e como não incomodava muito e eu não tinha tempo para ir ao dentista, fui disfarçando com analgésicos e gargarejo com ervas. Até que chegou o dia que acordei desesperado no meio da madrugada, com uma dor insuportável não só no dente, mas em toda a cabeça. Fui levado imediatamente ao Pronto Socorro e, após quase duas horas de espera, o dentista de plantão encontrou uma infecção que atingiu a raiz do dente. Graças à atenção e profissionalismo do doutor Adilsom deu tempo de fazer um tratamento de canal, mas foi por pouco que não perdi o dente.

Durante um bom tempo eu fui uma pessoa séria, calada e com vergonha de sorrir pela falta de alguns dentes. Demorei anos pesquisando e juntando dinheiro para conseguir colocar uma prótese. Depois que eu já tinha a informação e o dinheiro só me faltava uma coisa: coragem. Graças à atenção e paciência do Dr. Marcos eu consegui vencer o medo e realizar o meu sonho. Valeu muito a pena e o resultado foi maravilhoso, hoje sou uma pessoa confiante e sorridente. Aconselho a todos que precisam e podem fazer este tratamento.

Eu tinha desde que nasci problemas sérios na minha dentição. Mordia as bochechas, tinha muitas dores de cabeça e tinha muita vergonha de sorrir. Meus dentes eram desalinhados, muito pequenos e amarelados. Parecia que não havia cuidados e higiene. Quando completou 40 anos, sempre com enxaquecas terríveis de tomar caixas e caixas de analgésico, o dentista de meu filho, tomou a liberdade de perguntar se eu já tinha investigado aquelas dores. Pois todas as vezes que ali iria eu mal conseguia conversar. Falei que sim, mas nada resolvia. Foi quando me pediu pra fazer um raio-X panorâmico de minha cabeça. E descobrimos que precisava de um tratamento severo de estética. E também de correção de mandíbula. Entre várias cirurgias, canais, hoje não tenho mais as dores e todos dizem que sou outra pessoa. Sorrir pra mim, não é problema. Até dormindo eu tô sorrindo. Isso tem alguns anos, mas realmente sei que sou outra pessoa após esse tratamento. Fiz com o Dr. Rogério Marques Luz e Eraldo Andrade.