Tayane
Tayane
Escritora, copywriter e community manager. Administradora da maior comunidade de cirurgia plástica do Brasil.
Criação: 29 Fev 2016 · Atualização: 29 Jan 2019

Destacado

Navegação

  • Sobre o tratamento de bichectomia
  • O que é bichectomia?
  • Quem pode realizar a bichectomia?
  • Como escolher meu cirurgião?
  • Como é a primeira consulta com o cirurgião?
  • Como a intervenção é feita?
  • Como é o pós-operatório?
  • Os resultados
  • Possíveis complicações ou efeitos colaterais
  • Perguntas frequentes
  • Depoimentos
  • Bibliografía
imagem

Sobre o tratamento de bichectomia

Ainda desconhecido há alguns anos, a bichectomia, é uma das mais recentes operações de cirurgia plástica que estão na moda no mundo todo. É devido ao seu crescente número de estrelas internacionais que o usam? Ou para aumentar a demanda por "cirurgias de selfie" (cirurgia de selfie) para ter uma melhor aparência na foto? De qualquer forma, se você ainda não ouviu falar desse tratamento, lembre-se do nome dele porque você perceberá que é muito mais comum do que pensamos. Os números crescem cada vez mais entre os brasileiros que realizam esse procedimento com os profissionais de cirurgia plástica.

Vídeo realizado por Clínica Odontowicz

O que é bichectomia?

A bichectomia tem o objetivo de reduzir o tamanho do formato do rosto, principalmente na área das bochechas, já nessa área as bochechas se estendem até as têmporas, dando um efeito de rosto redondo ou bebê. É um ato de cirurgia estética cujo objetivo é adequar as bochechas para um efeito mais fino e uma mandíbula mais definida, trazendo as maçãs do rosto. As bolas da bochecha variam de uma pessoa para outra e às vezes podem ser muito pronunciadas, daí o efeito de "big bochechas".

Imagem

Quem pode realizar a bichectomia?

É possível que tanto homens quanto as mulheres com rostos redondos realizam esse procedimento no rosto. Muitas vezes finas, suas bochechas redondas dão uma impressão de excesso de peso, que será imediatamente eliminado, já que há um acúmulo de gordura nessa área de acordo com o aumento de peso.

É necessário ser maior de idade, e é aconselhável ter uma idade entre 18 e 40 anos, porque essa área do rosto tende diminuir com o envelhecimento. Portanto, esse procedimento não é tão recomendado para pessoas mais velhas, já que a possibilidade de ter os resultados desejados diminui, podendo atrapalhar na harmonia da face. Por isso, é importante conseguir uma redução equilibrada também, assim vai evitar o envelhecimento prematuro do rosto.
As pessoas que desejam ser operadas terão que deixar de fumar um mês antes da operação e um mês depois, deixar de tomar anti-inflamatórios 10 dias antes da operação e ter um excelente estado dentário, pois a cicatrização é feita diretamente na boca.

imagem

Como escolher meu cirurgião?

Como com qualquer procedimento cirúrgico, é importante que o seu cirurgião seja um profissional reconhecido, certificado pela a Sociedade Brasileira de Cirurgias Plásticas.
Para fazer isso, faça sua pesquisa no site do Sociedade Brasileira de Cirurgias Plásticas e você vai se assegurar que aquele profissional pode realizar esse tipo de procedimento, ademais, também verifique se o seu cirurgião tem uma especialidade em cirurgia plástica e estética.
Verifique também se ele tem experiência com a bichectomia e, se possível, tente ler os comentários dos ex-pacientes e veja os resultados.

imagem

Como é a primeira consulta com o cirurgião?

Na primeira consulta, o cirurgião irá examiná-lo e irá aconselhá-lo de acordo com suas necessidades. Ele vai explicar em detalhes como a intervenção é realizada, quais são os benefícios de reduzir as bochechas, mas também as possíveis desvantagens e riscos, assim como tirar as suas dúvidas sobre o processo também. Ele irá preparar uma cotação personalizada, se você deseja prosseguir com a intervenção.

Durante esta primeira consulta, não hesite em fazer todas as suas perguntas ao seu cirurgião, compartilhar suas dúvidas e pedir para ver fotos de seus ex-pacientes. Alguns cirurgiões também podem mostrar uma simulação do resultado, que é uma ótima maneira de imaginar como será seu futuro rosto.

Vídeo realizado por Doutor Eduardo Furlani

Como a intervenção é feita?

O procedimento é realizado em nível ambulatorial e dura aproximadamente 45 minutos, dependendo de cada paciente. Com relação à anestesia, alguns cirurgiões preferem que seja geral, para maior conforto do paciente, e outros preferem a anestesia local. Não hesite em falar com seu cirurgião, ele irá apresentar a melhor solução que melhor atende às suas necessidades e ao seu caso.

O procedimento em si é bastante simples, o cirurgião faz uma incisão no interior da boca de 15 a 20 milímetros e retirar a parte em excesso e para cada caso e os resultados desejados pelo paciente. Então ele vai colocar um ou dois pontos reabsorvíveis. Com uma incisão no interior da boca, nenhuma cicatriz será visível e os resultados serão muito naturais.

Imagem

Como é o pós-operatório?

É importante informar que a bichectomia pós-operatória não é dolorosa e fácil de manejar, mas cada paciente tem uma resistência diferente a dor, então é possível que se tenha algum desconforto nos primeiros dias, principalmente por se tratar de uma área que está sempre em movimento durante os dias, pois na comunicação, para beber e se alimentar é uma musculatura requisitada.
Durante os primeiros dias após o procedimento (até uma semana), você terá edema ao redor da área da bochecha, semelhante a uma operação para remover os dentes do siso. Alguns cirurgiões colocam uma bandagem, mas não é obrigatório. É altamente recomendável aplicar gelo na área inchada para reduzir o inchaço e você também deve dormir com a cabeça erguida. Quanto às refeições, você terá que comer alimentos líquidos ou mistos durante a primeira semana, ou até sentir a necessidade. É muito importante ter uma excelente higiene oral durante os dias seguintes à bichectomia, para evitar um foco infeccioso e promover uma boa cicatrização. É por isso que será necessário fazer bochechos regulares que prescrevam o seu cirurgião. Você pode voltar a trabalhar assim que o inchaço diminuir. 

Após 10 a 15 dias, o fio reabsorvível cairá sozinho, e como a incisão é feita dentro da boca, nenhuma cicatriz será visível. Você pode retomar uma atividade esportiva a partir da segunda semana. Os resultados serão realmente visíveis após 3 meses.

imagens

Os resultados

Os pacientes que sofreram com o excesso de gordura nessa área, vão ter posteriormente ao procedimento as bochechas visualmente menores  e com contornos faciais marcados e modelados. 

O rosto é mais angular, dando a impressão de ter perdido peso.

imagens

Possíveis complicações ou efeitos colaterais

Mesmo que os riscos sejam raros, as complicações ainda são possíveis. Como em qualquer intervenção, os principais riscos podem estar relacionados à anestesia. Há também um risco de paralisia facial, já que essa área do rosto está próxima a um nervo facial que poderia ser danificado durante a cirurgia, mas também de lesão do canal de Sténon, pela qual a saliva flui. Até mesmo após o procedimento pode haver complicações, por se tratar de uma área que a contaminação tem o potencial maior de acontecer.

Pois isso que, é necessário realizar o procedimento com um profissionial indicado, e também seguir todas as suas instruções sobre o processo para realizar esse tratamento.

Perguntas frequentes

  • O procedimento resolveria o meu problema? "A gordura de Bichat está localizada no meio da bochecha e tem um formato ovalado de pequena dimensão comparada à dimensão da bochecha. A "Bichectomia" ou a cirurgia de retirada da gordura de Bichat não resolveria o seu caso, pois, no seu caso, é toda a bochecha que aumenta de volume. A retirada dessa gordura causaria uma depressão no meio da bochecha e quando você engordar a depressão ficaria mais pronunciada ainda, pois, o resto da bochecha iria aumentar de volume mas o centro da bochecha não, por falta de gordura que foi retirada."  Dr. Theodore Droubi
  • É possível que o convênio cubra a bichectomia? "Para saber se o plano de saúde cobre a cirurgia, precisa fazer uma previa de reembolso ou enviar o pedido de liberação para o convenio. Na consulta, o medico pode fazer estes documentos. Para isso, precisará da sua carteira do convento. Procure sempre um especialista em cirurgia intima para melhor segurança." Dr André Colaneri

Depoimentos

"Fiz bichectomia à 4 meses e estou absolutamente satisfeita! Me sinto mais livre com bochechas menores, elas ficam mais suaves em meu rosto agora. Me sinto mais a vontade para sorrir e ser feliz. Recomendo para aquelas que se incomodam com suas bochechas esteticamente os as mordem por dentro, pois essa cirurgia também é funcional. Amei!"

Ver experiência

gabieassis - Curitiba, Paraná

"Fiz a cirurgia com a Dra Luíza Aquino em Ipatinga, MG. Mais do que em busca de resultado estético, fiz para tentar parar de morder as bochechas e deu super certo. Profissional maravilhosa, referência em Bichectomia na região, super recomendo !!! Anestesia local, procedimento tranquilo, pós operatório também tranquilo. No primeiro dia, muita compressa com bolsa de gelo. Em uma semana já senti os pontos praticamente reabsorvidos e estava normal. Hoje, após um mês, vejo pelas fotos que o meu rosto está mais fino."

Ver experiência

MaryNakano - Ipatinga, Minas Gerais

"A informação que aparece nesta web é apenas indicativa e nunca pode substituir a informação que o seu médico, cirurgião ou especialista em estética e plástica deve fornecer. Se você estiver avaliando a possibilidade de realizar qualquer tratamento ou intervenção médica (também em caso de dúvidas ou perguntas), vá diretamente ao seu médico especialista para lhe fornecer as informações correspondentes. Cirurgia.net não garante ou recomenda qualquer conteúdo, procedimento, produto, opinião, profissional de saúde ou qualquer outro material e informação neste guia ou em qualquer lugar deste site."