Respondendo as principais dúvidas sobre a abdominoplastia

Respondendo as principais dúvidas sobre a abdominoplastia
Possui Título de especialista em Cirurgia Plástica pela Associação Médica Brasileira (AMB) , Dr. Antônio Castelo Branco de Deus, CRM-PI 4531 / RQE 2975
Criação: 7 dez 2018 · Atualização: 10 dez 2018

O Dr. Antônio de Deus é membro do corpo clínico do Unità Centro Médico. Como especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, o profissional tirou as principais dúvidas de pacientes sobre o tema.

1) Pessoas com algum tipo de doença, como a diabetes, podem realizar esse procedimento?

Todos os pacientes submetidos à abdominoplastia passam por consulta médica e realizam exames gerais para avaliação do seu estado de saúde. Aquelas pessoas com doenças crônicas, como hipertensão arterial e diabetes, podem ser operadas desde que estejam controladas com medicação adequada e os exames revelem normalidade.

2) Caso exista uma hérnia umbilical é possível realizar a abdominoplastia?

Sim. Na verdade, pacientes com hérnia umbilical podem ser duplamente beneficiados por, em um mesmo tempo cirúrgico, corrigir a hérnia e serem operados para corrigir defeitos no abdome.

3) É necessário emagrecer antes do procedimento? É possível voltar a realizar a abdominoplastia se engordar novamente?

O ideal é que o paciente esteja com seu peso próximo do ideal ou com algum sobrepeso. Em situações de obesidade, os índices de complicação aumentam e pode ser necessária a perda de peso como uma preparação para a cirurgia. Caso o paciente volte a engordar, é possível realizar uma nova abdominoplastia; no entanto, não deve ser este o objetivo de quem se submete a este tipo de cirurgia. A melhor opção é melhorar os hábitos de vida e operar somente uma vez.

4) Quanto tempo demora para visualizar os resultados desejados?

O resultado final será observado em torno de seis meses de cirurgia, quando praticamente todo o edema ('inchaço') já foi removido. No entanto, logo nos primeiros dias, nota-se uma melhora importante do formato, contorno e flacidez do abdome.

5) Qual é o tempo da cicatrização?

Após cerca de duas semanas, todos os pontos (quando necessários) já foram removidos. A partir daí, o cirurgião vai orientar cada paciente sobre o uso de pomadas que auxiliem na cicatrização e sobre os cuidados com a mesma. O aspecto final só será visualizado após cerca de um ano de cirurgia.

6) Posso fazer uma lipoescultura junto com abdominoplastia?

Sim. Esta é uma das associações mais comuns da cirurgia plástica. Em um mesmo tempo cirúrgico, pode-se realizar a lipoaspiração em outras regiões do corpo (como as costas, por exemplo). 

Para qualquer outra dúvida entre em contato conosco. 

Especialista e Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

Está interessado neste tratamento?
As informações são gratuitas!

O conteúdo publicado no Cirurgia.net (site e App) em nenhum caso pode, nem pretende substituir as informações fornecidas individualmente por um especialista em cirurgia e medicina estética ou áreas afins. Este conteúdo é meramente indicativo e não é um conselho médico nem um serviço médico de referência. Fazemos um esforço e esforço constante para manter um alto padrão e precisão nas informações fornecidas, no entanto, a precisão e a adequação das informações contidas ou vinculadas não são garantidas.

1 comentário

karenimaia

· Paranaguá

· 14 mai 2019

O doutor Antonio atende em qual região?
Contate um médico