Pós-operatório: 7 dicas para uma boa recuperação

Pós-operatório: 7 dicas para uma boa recuperação
Por Cirurgia.net
13 Dez 2015

Seguir à risca as orientações do cirurgião plástico é fundamental para ter uma recuperação segura e conseguir o visual esperado. O paciente tem papel importante no sucesso da intervenção e deve tomar cuidados especiais para não comprometer os resultados do procedimento.

Dependendo da complexidade da cirurgia, o pós-operatório pode durar até 6 meses e nessa fase os exageros e os maus hábitos devem ser evitados. Confira neste artigo os cuidados básicos que você deve tomar para favorecer a sua recuperação.

1) Não fumar

O cigarro pode comprometer seriamente o processo de cicatrização, pois a nicotina diminui a formação dos vasos sanguíneos. O paciente deve parar de fumar, ou reduzir consideravelmente o consumo de cigarro, pelo menos 30 dias antes e após a cirurgia.

2) Permanecer em repouso

O tempo de repouso depende do tipo de cirurgia realizada e, aos poucos, o paciente é liberado para retomar suas atividades normais, incluindo a prática de exercícios. É importante respeitar esse tempo para que os pontos não se abram e a pele não sofra com a tensão excessiva.

3) Cuidar da alimentação

Seguir uma dieta balanceada pode ajudar no processo de pós-operatório e essa reeducação deve começar antes mesmo da cirurgia. Nos primeiros dias que seguem a intervenção, normalmente é indicada uma dieta leve e dependendo do procedimento, à base de líquidos. Cuidar da alimentação é fundamental também para manter os resultados de uma cirurgia de redução de medidas, como uma lipoaspiração, por exemplo.

pixabay-debowscyfoto.jpg

4) Usar a medicação recomendada

É importante informar ao cirurgião quais medicamentos são usados habitualmente, pois alguns remédios podem interferir na cicatrização. O médico pode indicar analgésicos e anti-inflamatórios para amenizar a dor e para ajudar a combater inflamações.

5) Realizar tratamentos complementares

Alguns tratamentos, como a drenagem linfática, podem ser grandes aliados do pós-operatório. A massagem ajuda na eliminação de líquidos e na diminuição do inchaço e dos edemas da área tratada. A quantidade de sessões dependerá do quadro e das condições físicas de cada paciente.

6) Usar meias e cintas modeladoras

Cirurgias plásticas como aumento de seios, gluteoplastia e abdominoplastia podem requerer o uso de cintas, meias e sutiãs modeladores para imobilizar os tecidos da região operada. Essa roupa especial faz com que os tecidos permaneçam na posição adequada e favorecem a formação de cicatrizes uniformes e finas.

7) Evitar a exposição solar

Seja em cirurgias faciais ou corporais, a exposição solar deve ser sempre evitada durante o pós-operatório. Além de aumentar o inchaço na área tratada, o sol pode provocar a hiperpigmentação, deixando cicatrizes inestéticas e contribuindo para a formação de manchas na pele.

Está interessado neste tratamento?
As informações são gratuitas!

O conteúdo publicado no Cirurgia.net (site e App) em nenhum caso pode, nem pretende substituir as informações fornecidas individualmente por um especialista em cirurgia e medicina estética ou áreas afins. Este conteúdo é meramente indicativo e não é um conselho médico nem um serviço médico de referência. Fazemos um esforço e esforço constante para manter um alto padrão e precisão nas informações fornecidas, no entanto, a precisão e a adequação das informações contidas ou vinculadas não são garantidas.

0 comentários

As informações que aparecem em Cirurgia.net em caso algum podem substituir a relação entre o paciente e seu médico. Cirurgia.net não faz qualquer apologia a um tratamento médico específico, um produto comercial ou um determinado serviço.

Contate um médico