Cinco dicas para evitar cáries em crianças

Cinco dicas para evitar cáries em crianças
Marcelle Maia
Marcelle Maia
Jornalista formada em Comunicação Social na UFMG, apaixonada pelo o tema de cirurgia plástica e escritora da área desde de 2003
Criação: 28 set 2015 · Atualização: 16 jul 2019

Para que a criança possa ter um sorriso saudável, é fundamental que os pais mantenham bons hábitos desde os primeiros dias de vida do bebê. Com simples cuidados é possível evitar o aparecimento de doenças que afetam a primeira dentição e que impactam a formação dos dentes permanentes.

A cárie é um dos principais problemas bucais em crianças e a prevenção certamente é a melhor solução para combater essa doença. Neste artigo separamos cinco dicas importantes para que você possa cuidar corretamente da saúde bucal do seu bebê. Confira!

1. Faça a higienização da boca do bebê

Os cuidados com a higiene da boca do bebê começam antes do nascimento do primeiro dentinho. Após cada mamada, é preciso limpar bem a gengiva, a língua e toda a área interna da boca com uma gaze umedecida, evitando a ação de bactérias que provocam infecções. Essa prática deve se tornar um hábito, o que facilitará a higienização bucal da criança quando os primeiros dentinhos começarem a nascer.

2. Cuidado com a mamada noturna

É imprescindível realizar a higiene da boca do bebê após a mamada noturna. Apesar de gerar um pouco de incômodo à criança, esse processo contribui para evitar a cárie de mamadeira, que se evolui de forma rápida e aguda, provocando dor e dificuldade de alimentação. O ideal é a limpar a gengiva e os dentes do bebê depois da mamada noturna, mas se não for possível, faça a higienização antes desta última amamentação do dia.

pixabay-jarmoluk.jpg

Leia mais em: Descubra como fazer a higiene da boca do bebê

3. Evite maus hábitos

A cárie é uma doença transmissível que pode ser passada à criança por meio de práticas que parecem inofensivas. Muitas pessoas tem o costume de antes de dar a comida ao bebê, experimentar na mesma colher a temperatura ou o gosto do alimento. O recomendado é não utilizar o mesmo talher para evitar a transmissão de doenças pela saliva. Pelo mesmo motivo, não é aconselhável assoprar os alimentos que serão dados ao bebê.

4. Fique de olho na escovação

É interessante que a criança se acostume e aprenda a escovar os dentes sozinha, mas a escovação sempre deve ser acompanhada e complementada por um adulto. Principalmente na área dos primeiros molares, onde costumam aparecer as primeiras cáries na dentição permanente.

5. Cuide da alimentação

Evite adicionar açúcar no leite, chá ou suco e controle a frequência de ingestão de doces, principalmente entre as refeições. Balas, bolachas, chocolates, sorvetes e refrigerantes são considerados alimentos cariogênicos, ou seja, que contribuem para a formação de cáries. Por isso, devem ser evitados.

Com visitas frequentes ao odontopediatra, você poderá verificar como está saúde bucal do seu bebê e ainda receber orientações sobre como realizar a higienização dos dentinhos.

Foto: por rodri200000

Está interessado neste tratamento?
As informações são gratuitas!

O conteúdo publicado no Cirurgia.net (site e App) em nenhum caso pode, nem pretende substituir as informações fornecidas individualmente por um especialista em cirurgia e medicina estética ou áreas afins. Este conteúdo é meramente indicativo e não é um conselho médico nem um serviço médico de referência. Fazemos um esforço e esforço constante para manter um alto padrão e precisão nas informações fornecidas, no entanto, a precisão e a adequação das informações contidas ou vinculadas não são garantidas.

0 comentários

Publicidade

Contate um médico