Botox pode tratar de alguns casos de estrabismo

Botox pode tratar de alguns casos de estrabismo
Marcelle Maia
Marcelle Maia
Jornalista formada em Comunicação Social na UFMG, apaixonada pelo o tema de cirurgia plástica e escritora da área desde de 2003
Criação: 30 mar 2017 · Atualização: 16 jul 2019

O botox é bastante conhecido por seus resultados satisfatórios quando usado em procedimentos estéticos, como no combate de rugas, marcas de expressão e sobrancelhas caídas, por exemplo.

No entanto, o botox também vem sendo muito utilizado emtratamentos de saúde, como em casos odontológicos, por exemplo, na correção de sorriso gengival e bruxismo.

Porém, nem todos sabem que o botox também tem sido um aliado de oftalmologistas na correção do estrabismo. Aliás, foi justamente em um caso de estrabismo que a substância foi usada pela primeira vez na medicina. Isso ocorreu da década de 80 nos Estados Unidos.

Como funciona o botox no tratamento do estrabismo?

O estrabismo é um desvio no posicionamento normal dos olhos, gerando falta de alinhamento paralelo e desvio no momento em que a pessoa focaliza algum ponto. Nesses casos, a aplicação do botox visa justamente proporcionar a correção.

A técnica, considerada pouco invasiva, é uma alternativa à cirurgia em alguns casos de estrabismo. Exemplo são os que envolvem desvio de pequenos ângulos, paralisias agudas no nervo, desvios secundários e estrabismo pós-cirúrgico com descolamento de retina.

87.jpg

Para isso, o profissional responsável realiza a aplicação do botox, por meio de uma agulha, diretamente no músculo ocular externo, provocando seu relaxamento e alinhamento. O procedimento dura cerca de um minuto e o paciente recebe anestesia local.

Quantas aplicações são necessárias?

Conforme especialistas da área, cerca da metade dos casos são corrigidos com apenas uma aplicação. No entanto, outras situações podem requerer até três intervenções. A recuperação é rápida e em seguida o paciente retorna às suas atividades cotidianas.

Antes de qualquer coisa, é importante que a pessoa com estrabismo realize uma consulta de avaliação com um profissional habilitado para estar seguro se seu caso pode realmente ser corrigido sem um procedimento cirúrgico. Além disso, cada situação possui suas particularidades e pode pedir diferentes quantidades de botox.

Uma das vantagens do uso do botox para casos de estrabismo é que ele não tem limitações de idade, e pode ser uma alternativa inclusive para crianças.

Está interessado neste tratamento?
As informações são gratuitas!

O conteúdo publicado no Cirurgia.net (site e App) em nenhum caso pode, nem pretende substituir as informações fornecidas individualmente por um especialista em cirurgia e medicina estética ou áreas afins. Este conteúdo é meramente indicativo e não é um conselho médico nem um serviço médico de referência. Fazemos um esforço e esforço constante para manter um alto padrão e precisão nas informações fornecidas, no entanto, a precisão e a adequação das informações contidas ou vinculadas não são garantidas.